Usuários do CRMIPD celebram a Páscoa e encenam a Paixão de Cristo

Por - em 228

Rebeka Paivafoto Ivomar Gomes Pereira (2)

Os usuários do Centro de Referência Municipal de Inclusão para Pessoas com Deficiência (CRMIPD) tiveram uma manhã bem diferente nesta terça-feira (22). Com música, brincadeiras e teatro os usuários, seus familiares e profissionais do Centro celebraram a Páscoa. O momento aconteceu na Comunidade Casa da Paz, em Mangabeira, que cedeu o espaço.

Na ocasião, o grupo de teatro do Centro, integrado apenas por usuário, encenou o espetáculo da Paixão de Cristo. A encenação teatral foi coordenada pelos grupos de teatro, musicoterapia e educação física adaptada do Centro e contou com a participação de 18 usuários com as mais diversas deficiências, que estão ensaiando desde a volta do recesso de carnaval.

De acordo com uma das coordenadoras do Centro, Nadja Núbia, as apresentações feitas pelos usuários contribuem diretamente no desenvolvimento deles. “O teatro estimula a expressão corporal, a interação e a perder a timidez que muitos têm, através da apresentação teatral eles podem superar todos os limites que por ventura a deficiência possa colocar nas vidas deles”, explica a coordenadora.

Ainda de acordo com Nájda, a celebração da Páscoa é um momento de confraternização de todos que integram o CRMIPD. “Geralmente apenas uma pessoa da família acompanha nossos usuários no dia a dia, nessas ocasiões aparecem mães, país, avós, irmãos, é muito bonito e gratificante ver essa unidade e a felicidade de todos, e Páscoa é isso, estar ao lado da família, dos amigos, espalhando a felicidade e o amor ao próximo”, comenta Nádja.

Eliane Gonçalves sempre acompanha o irmão que tem Síndrome de Down. Para ela, a celebração não é apenas da Páscoa, mas uma celebração à vida de todas as pessoas que integram o Centro. “Geralmente quando olhamos uma pessoa com deficiência não acreditamos que ela tenha alguma capacidade ou que vai conseguir fazer coisas como encenar uma peça, hoje meu irmão foi um dos discípulos na Paixão de Cristo e isso me encheu de muito mais orgulho dele, ver o desenvolvimento dele e de todos os que frequentam o CRMIPD é gratificante, ainda mais em situações como essas e o melhor de tudo é saber que hoje meu irmão chegou a esse ponto porque tem um acompanhamento de qualidade e que é em um serviço público, só me deixa mais feliz”, comenta a autônoma.

CRMIPD – O Centro de Referência Municipal de Inclusão para Pessoas com Deficiência atende crianças, adolescentes e jovens com deficiência e/ou distúrbios de comportamento ou de aprendizagem, além de ser referencia no atendimento aos bebês que nascem com microcefalia. São realizados tratamentos precoces e/ou de habilitação/reabilitação das variadas deficiências e distúrbios.

Os atendimentos realizados no Centro são feitos após uma avaliação, realizada todas as sextas-feiras. Depois da triagem os usuários recebem atendimento individualizado ou em grupo, em um ou mais tipos de terapia de habilitação/reabilitação de acordo com a necessidade de cada usuário.

Atualmente o CRMIPD possui 310 usuários cadastrados com alguma deficiência física e mental, que são beneficiadas com serviços de educação, saúde e assistência social e com uma equipe multidisciplinar nas mais diversas especialidades como psicologia, fisioterapia, fonoaudiologia, terapia ocupacional, arte terapia, educação física adaptada, musicoterapia, libras, psicopedagogia, especialidades médicas (neuropediatria, neurologia e pediatria), psicossocial.

Os atendimentos realizados no Centro são feitos após uma avaliação, realizada todas as sextas-feiras. Depois da triagem os usuários recebem atendimento individualizado ou em grupo, em um ou mais tipos de terapia de habilitação/reabilitação de acordo com a necessidade de cada usuário.

O Centro é gerido pelas Secretarias de Saúde (SMS), Educação (Sedec) e de Desenvolvimento Social (Sedes). Localizado na Rua Coronel Otto Feio da Silveira, 161, no Conjunto Pedro Gondim. O espaço conta com refeitório, biblioteca, brinquedoteca, cineminha, setor médico, sala de recursos, jardim com playground, recepção e coordenação, além de uma piscina onde os usuários fazem fisioterapia e educação física adaptada.

O atendimento acontece de segunda a quinta-feira, das 8h às 11h30 e das 13h às 17h. O serviço pode ser procurado pela população diretamente no local, sendo necessário apresentar um laudo médico.

Para mais informações sobre o centro, a população pode entrar em contato pelo número 3218-9807.