Vacina tríplice viral imuniza agentes de limpeza da Emlur contra a rubéola

Por - em 31

Pelo menos 75 agentes da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur) foram imunizados na manhã desta terça-feira (21) contra a rubéola. A vacinação, realizada em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), está sendo feita para evitar que um surto da doença registrado em Campina Grande se instale em João Pessoa. Os servidores receberam uma dose da vacina tríplice viral, que previne contra sarampo, rubéola e caxumba.

Neste primeiro momento, a vacinação foi realizada nas administrações da Emlur, localizadas na Beira Rio e no bairro 13 de Maio. Na próxima semana serão imunizados todos servidores lotados nas outras seis administrações da Autarquia, que se enquadram no seguinte perfil: homens até 39 anos e as mulheres até 49 anos que ainda não foram imunizados com a tríplice viral depois de adultos.

A agente de limpeza Maria da Penha Gomes, de 44 anos, tomou a vacina na manhã desta terça-feira e disse que está se sentindo mais segura. Ela contou que a vacinação é muito rápida e não dói. “Já estou acostumada a tomar injeção. Toda vez que é realizada campanha dentro da Emlur eu me vacino”, comentou.

O diretor administrativo-financeiro da Emlur, Coriolano Coutinho, disse que a Autarquia sempre leva campanhas de vacinações, atendimento médico e oftalmológico para as administrações e sua sede. “Fica mais fácil para os nossos servidores receberem o atendimento dentro do seu local de trabalho. Eles não precisam se deslocar e nem ficar esperando para ser atendidos”, destacou.

De acordo com a superintendente, Laura Farias Gualberto, a rubéola é uma doença de fácil contágio e os agentes de limpeza acabam sendo alvos fáceis da enfermidade, uma vez que estão presentes em diversos locais tendo contato com várias pessoas, o que facilitaria até uma posterior proliferação da doença. “Nós queremos manter os nossos servidores protegidos e por isso estamos incentivando-os a tomar a vacina”, comentou.

Os sintomas da rubéola são semelhantes aos da dengue: febre e manchas vermelhas pelo corpo. Daí ser necessário um exame laboratorial para identificá-la. A rubéola é uma doença aguda, com alto nível de contágio e uma das principais causas de abortos, natimortos e malformações congênitas quando a infecção ocorre durante a gravidez.