Vice-prefeito acompanha caminhada na abertura da Semana do Idoso

Por - em 24

O vice-prefeito Luciano Agra e secretários municipais participaram, na manhã desta sexta-feira (25), da caminhada que marcou a abertura da Semana do Idoso na capital, estabelecida pela Lei Municipal nº 11.676, de 30 de abril de 2009. Cerca de 1,5 mil participantes dos 46 grupos de convivência atendidos pelo Programa de Atenção à Pessoa Idosa (Papi), da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), estiveram no evento. A 5ª Caminhada Vida Ativa, que começou no Busto de Tamandaré, no início da avenida Cabo Branco, foi encerrada com um café da manhã promovido pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP) no BNB Clube.

“Esta é uma fase muito importante das nossas vidas, e é mais que uma obrigação da prefeitura realizar atividades como esta que possam proporcionar melhoria na qualidade de vida para a população de uma cidade como a nossa, que a cada dia passa ter a mais pessoas na ‘melhor idade’, destacou o vice-prefeito.
O secretário de Desenvolvimento Social, Edmilson Soares, lembrou que a caminhada teve uma participação significativa de boa parte dos integrantes dos grupos do Papi. “É uma atividade que todos os últimos anos realizamos através deste programa que envolve o trabalho desenvolvido em várias comunidades”, ressaltou.

Papi – O Programa de Atenção à Pessoa Idosa, desenvolvido pela Sedes, conta com 46 grupos de convivência em vários bairros da cidade e a participação de 2,5 mil idosos. “Nesses grupos, procuramos trabalhar junto ao idoso atividades e informações sobre o processo de envelhecimento, também com atividades de lazer e terapias ocupacionais”, explica a coordenadora do programa, Nilsonete Gonçalves.

“Nesse trabalho junto às comunidades, além de informações que passamos aos idosos sobre questões como direitos e até mesmo sexualidade, fazemos também um trabalho de atenção a questões como denúncia de maus tratos e até exploração financeira com os idosos. Nessas atuações, depois que apuramos os casos, enviamos o problema para a Curadoria do Cidadão”, completa a diretora de Assistência Social da Sedes, Francisca Fernandes.

Alegria e diversão – Elas são a grande maioria nos grupos de convivência e não abrem mão dos passeios, das atividades físicas e de conhecer coisas novas. Na caminhada e no café da manhã que abriram a Semana do Idoso na capital, foram mesmo as mulheres da terceira idade que ocuparam boa parte da avenida Cabo Branco. “Nos grupos, a gente se distrai, faz atividades físicas. E agora estamos fazendo o Tai Chi Chuan”, diz Maria Sampaio, de 67 anos.

Lourdinete Oliveira, 69, também concorda. Ela que ainda trabalha, é funcionária da prefeitura e não abre mão de participar dos passeios promovidos pelo grupo em que atua. “O grupo me ajudou a conviver melhor com a idade”, diz ela. Uma das mais antigas nos grupos, Severina Pereira, de 78 anos, também reforça. “Aprendi a viver melhor a minha vida de solteirice”, diz sorridente.

Sem preconceitos – Aos 79 anos de idade, seu Sebastião Vasques diz que adora participar do grupo do Papi ‘Cristo Rei’ em Mangabeira I, principalmente pela oportunidade de fazer outra coisa que ele também adora: dançar. “Adoro dançar e o grupo também faz com que a gente dialogue com outras pessoas, saia de dentro de casa”, diz ele.

O colega do mesmo grupo, Antônio Batista, de 63 anos, também resolveu conhecer de perto o que faziam aquelas pessoas que se reuniam ao lado de sua casa. “Estou há seis meses. Tinha um pouco de resistência em conhecer, mas hoje gosto muito dos passeios”, diz ele.