Vídeo-documentário paraibano ganha ‘Menção Honrosa’ em festival no MT

Por - em 29

O vídeo-documentário ‘Coragem Mulher’, criado, produzido e dirigido pelas jornalistas Mislene Santos e Christine Ferreira, recebeu, na noite do domingo (14), ‘Menção Honrosa’ no IV Festival de Cinema Feminino – Tudo Sobre Mulheres, que aconteceu na semana que passou em Chapada dos Guimarães (MT). O filme tem o apoio de órgãos vinculados à Prefeitura de João Pessoa (PMJP), como a TV Cidade de João Pessoa, Coordenadoria de Políticas Públicas para as Mulheres (CPPM) e Centro de Referência da Mulher.

O documentário, exibido em praça pública, foi um dos mais aplaudidos pelo público do festival. O reconhecimento da qualidade do trabalho também veio por parte dos cineastas e produtores de audiovisual presentes ao evento.

De acordo com a diretora de ‘Coragem Mulher’, Mislene Santos, esse reconhecimento é gratificante, “pois o documentário tem uma abordagem forte sobre a violência doméstica e denuncia a impunidade para esse crime”.

Contribuição – Ele revelou sua felicidade em ser contemplada com o prêmio, pois está conseguindo alcançar o objetivo traçado para esse documentário, que é o de exibir para o maior número de pessoas na tentativa de contribuir para o combate à violência doméstica. “Receber os parabéns do homenageado do Festival, o cineasta Hermano Penna, e o incentivo para continuar trabalhando com audiovisual para mim foi muito importante”, destacou Mislene Santos, que já participou do Festival Tudo Sobre Mulheres no ano de 2006, tendo conquistado o prêmio de ‘Melhor Produção Nordestina’ com o documentário ‘Uma Flor na Várzea’, vídeo sobre a sindicalista Margarida Maria Alves, feito em pareceria com Matheus Andrade.

‘Coragem Mulher’ exibe durante 20 minutos, os dramas de mulheres que sofreram anos com a violência doméstica, sendo agredidas, torturadas, estupradas e que por muito pouco não perderam a vida, mas que levarão para as marcas físicas e psicológicas para o resto de seus dias.

Casos – O documentário narra, por exemplo, a história do ‘Caso Rosângela’ como ficou conhecida a história da funcionária pública Rosângela Silva, presa depois de ter sido torturada pelo seu companheiro, um cabo da Polícia Militar, durante cinco horas dentro de um carro. Outra vítima presente em ‘Coragem Mulher’ é Weruska Medeiros, que conta como se sente dois anos depois que seu ex-companheiro ateou fogo em seu corpo. Com 78 anos e acusada de ser a mandante do assassinato do seu companheiro violento ‘Vó’, ela está presa, mas jura inocência. Também tem no vídeo uma narrativa sobre Gorete Guedes e Elisângela Guedes, mãe e filha e um só destino, presas por terem assassinado o chefe da família.

Apoios – O documentário conta ainda com os depoimentos de representantes dos principais órgãos que trabalham em defesa das mulheres, a exemplo do Centro da Mulher 8 de Março, Centro de Referência da Mulher e Coordenadoria de Políticas Públicas para as Mulheres. ‘Coragem Mulher’ tem o apoio da TV Cidade João Pessoa, Centro de Referência da Mulher, Centro da Mulher 8 de Março, Coordenaria de Políticas Públicas para as Mulheres (CPPM) Decom-Tur, UFPB, CCHLA, Gráfica JB, Agência 9Idéia e Almeida Livraria.