Vigilância interdita açougue e quiosque sem licença sanitária

Por - em 58

A Gerência de Vigilância Sanitária do Município de João Pessoa (GVS) interditou um açougue e um quiosque no Bairro do Bessa por estarem sem licença sanitária e poluindo o meio ambiente. A denúncia foi feita através da Ouvidoria da Saúde e a interdição aconteceu na manhã desta quinta-feira (5), na Avenida Nilo Peçanha.

De acordo com a chefe de fiscalização da GVS, Auxiliadora Fernandes Ribeiro, a gerência recebeu a denúncia de que dois estabelecimentos comerciais no Bessa estavam infestados de ratos e baratas. “Fomos até o local e constatamos a veracidade das denuncias. Verificamos ainda que nenhum dos dois locais tinham a licença sanitária e que o motivo dos ratos e baratas era o lançamento de água servida (esgoto) em um terreno ao lado dos estabelecimentos”, contou.

Sem licença – Um dos técnicos do setor de alimentos que esteve presente à inspeção, Ricardo Mendonça, informou que o açougue já havia sido notificado duas vezes para legalizar sua situação, tirando a licença sanitária. “Eles só tinham um banheiro para os funcionários e clientes dos dois estabelecimentos, inclusive era um banheiro só para homens e mulheres, isso não pode acontecer, pois todo estabelecimento tem que ter banheiro exclusivo para os funcionários”, comentou Ricardo.

Os dois estabelecimentos, o quiosque e o açougue, que vendiam alimentação sem condições de higiene, depositavam restos de carne e o esgoto em um terreno baldio foram interditados e autuados. “Eles receberão uma multa, mas o setor jurídico irá avaliar as complicações de cada um dos estabelecimentos para identificar o valor desta multa”, informou Ricardo Mendonça.

Os dois estabelecimentos só poderão voltar a funcionar quando estiverem com a licença sanitária. “Essa licença só poderá ser dada quando eles se adequarem às normas sanitárias”, disse Auxiliadora. Os estabelecimentos que estiverem em situação irregular com a Gerência de Vigilância Sanitária terão que se regularizarem, sob pena de serem interditados e autuados.

Serviço – Para quaisquer denúncias à Gerência de Vigilância Sanitária do Município, basta contatar o telefone 0800 2814020. Se o interessado preferir a Ouvidoria da Saúde,