Violência e estímulo à cultura de paz é tema de seminário

Por - em 48

Envolver a comunidade, profissionais de saúde e gestão municipal na prevenção e monitoramento dos acidentes e violências na Capital. Esse é o objetivo do III Seminário Municipal para Discussão da Violência e Estímulo à Cultura de Paz, iniciativa da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), em parceria com diversos órgãos públicos, que acontece nesta sexta-feira (03), das 8h30 às 17h, no Hotel Xênius.

De acordo com a programação do evento, pela manhã haverá uma mesa redonda sobre ‘Políticas públicas para Vigilância dos Acidentes e Estímulo à Cultura de Paz’, através de experiências ao atendimento das vítimas de violência doméstica no Instituto Cândida Vargas, com o coordenador do programa, médico Valmon Toscano. Em seguida, o perfil do atendimento dos acidentes e violência do Complexo Hospitalar Tarcísio Burity (Ortotrauma) será debatido pelo diretor da Unidade, médico Edson Neves, e representantes da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) e da Superintendência de Transportes e Trânsito (Sttrans).

O Comitê Municipal de Vigilância Prevenção dos Acidentes e Violências participa do encontro, com o objetivo de propor ações educativas e de conscientização da população. O seminário continua à tarde envolvendo temas como uso de drogas, violência contra a mulher e cultura da violência.

Para a diretora de Vigilância em Saúde do Município, Júlia Vaz, a proposta é reunir as instituições para discutir a violência e mecanismos que estimulem a cultura da paz. “É um momento muito rico com troca de saberes e de concretização de proposta para conscientizar a população e sensibilizar os profissionais de saúde”, afirmou.

O Seminário Municipal para Discussão da Violência e Estímulo à Cultura de Paz é uma iniciativa da gestão municipal, que vem sendo realizada a cada dois anos desde 2006, envolvendo o Ministério Público, Polícia Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros, Secretaria de Segurança Pública, STTrans e representantes da rede hospitalar, dos Distritos Sanitários e do SAMU.