Vistoria de veículos que fazem transporte escolar vai até esta sexta

Por - em 78

A Superintendência Executiva da Mobilidade Urbana (Semob) alerta para o prazo final de vistoria nos transportes de escolares que termina  nesta sexta-feira (27). Até esta terça-feira (24), a vistoria foi feita em 39,30% da frota que presta o serviço de transporte de escolares em João Pessoa . Ao todo estão cadastrados no órgão 430 veículos, sendo que 169 condutores já apresentaram os seus veículos para a inspeção. Desse total, 147 foram aprovados e 22  reprovados.

O Chefe da Divisão de Transportes  (DTRA), Leonardo Campos, informou que as principais causas da reprovação dos veículos são problemas na parte elétrica, como lâmpadas queimadas em faroletes, lanternas e faróis. Os equipamentos de segurança como pneus fora das especificações, extintores de incêndio vencidos, cinto de segurança danificado, faixas de padronização com defeito e serviços diversos de pintura e funilaria também estão entre os itens de reprovação dos veículos.

A inspeção é realizada a cada seis meses, de acordo com o artigo 136, inciso II, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). O superintendente da Semob, Nilton Pereira de Andrade, destacou a importância da vistoria como forma de garantir a segurança dos estudantes. Ele orientou ainda a importância dos pais só contratem os serviços dos veículos que possuírem um selo na cor amarela. “Esse selo é a garantia de que aquele veículo foi inspecionado e que atendeu todos os requisitos legais”, comentou.

Cronograma – A vistoria dos veículos teve início no dia 2de julho. Ela é realizada na sede da Semob, que fica localizada no km 25 da BR-230, no bairro Cristo Redentor, e obedece a um cronograma de quatro semanas por ordem de registro do veículo. A taxa da vistoria é fixada em R$ 48,06. Caso o responsável pelo veículo perca a data programada no calendário, será cobrada uma multa no valor de R$ 18,02.

Os veículos que estiverem circulando sem o selo depois de encerrado o prazo para vistoria, estarão sujeitos a penalidades. Para a primeira abordagem dos veículos cadastrados, mas que não passaram pela vistoria, a multa é de R$ 60,08 e ainda acarreta no recolhimento do alvará. Já para os clandestinos a multa é no valor de R$ 85,13, com quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do condutor e retenção do veículo.

Já em caso de segunda abordagem, tanto os cadastrados quanto os clandestinos são penalizados com multa no valor de R$ 85,13 e ainda acarreta quatro pontos na CNH do condutor, além da retenção do veículo. Reclamações e informações por dem ser feitas pelos telefones 0800 281 1518 ou 3218-9350.