Vistoria já atinge mais de 20% de transportes escolares em JP

Por - em 27

A Superintendência de Transportes e Trânsito (STTrans) vistoriou, até esta quarta-feira (14), 20,47% dos veículos que prestam serviço de transporte escolar em João Pessoa. Ao todo são cadastrados 337 automóveis, sendo que 69 condutores já levaram os seus veículos para a inspeção. Desse total, 48 (69,56%) foram aprovados e 21 (30,43%) reprovados. O prazo final para a realização de vistoria é 27 de janeiro.

A inspeção dos veículos de transporte escolar, realizada a cada seis meses, é regulamentada pelo artigo 136, inciso II, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A superintendente da STTrans, Laura Farias Gualberto, falou da importância da vistoria como forma de garantir a segurança dos usuários. Ela orientou ainda que os pais só contratem os serviços dos veículos que possuírem um selo na cor azul marinho. “Esse selo é a garantia de que aquele veículo foi inspecionado e está em boas condições”, comentou.
O chefe da Divisão de Transportes Especiais (Dites), Leonardo Campos, informou que as principais causas da reprovação dos veículos são problemas na parte elétrica, como lâmpadas queimadas ou defeito nas lanternas, faróis, além de sistema de freios funcionando irregularmente. Os equipamentos de segurança como pneus fora das especificações, extintores de incêndio vencidos, cinto de segurança danificado, faixas de padronização com defeito e serviços diversos de pintura e funilaria também estão entre os itens de reprovação dos transportes.

Cronograma – A vistoria dos veículos teve início no dia 5 de janeiro. Ela é realizada na sede da STTrans, que fica localizada no km 25 da BR-230, no bairro Cristo Redentor, e obedece a um cronograma de quatro semanas por ordem de registro do veículo. A taxa da vistoria é fixada em R$ 39,84. Caso o responsável pelo veículo perca a data programada no calendário, será cobrada uma multa no valor de R$ 14,94.

Os veículos que estiverem circulando sem o selo, depois de encerrado o prazo para vistoria, estarão sujeitos a penalidades. Para a primeira abordagem dos automóveis cadastros, mas que não passaram pela vistoria, a multa é de R$ 49,90 e ainda acarreta no recolhimento do alvará. Já para os clandestinos a penalidade é no valor de R$ 85,13, quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do condutor e retenção do veículo.

Já em caso de segunda abordagem, tanto os cadastrados quanto os clandestinos são penalizados com multa no valor de R$ 85,13 e ainda acarreta quatro pontos na CNH do condutor, além da retenção do veículo.