Viveiro Municipal é selecionado para projeto nacional de restauração florestal

Por - em 85

O Viveiro Municipal de Plantas Nativas da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) foi contemplado com o projeto do Fundo Nacional de Desenvolvimento Florestal (FNDF), gerido pelo Serviço Florestal Brasileiro (SFB). A ação fortalece a produção de sementes e mudas de espécies nativas da Mata Atlântica, para restauração florestal no Nordeste.  A cidade de João Pessoa foi escolhida por estar inserida no bioma Mata Atlântica, um dos mais ameaçados de extinção.

O projeto vai beneficiar cerca de 100 coletores de sementes e viveiristas na Mata Atlântica e mais 300 famílias de extrativistas na Amazônia.  O Fundo Nacional de Desenvolvimento Florestal vai promover durante os meses de março e abril a capacitação de viveiristas e técnicos sobre a produção de sementes e mudas de espécies nativas.

Diagnóstico – A capacitação será realizada na cidade de Nísia Floresta, no Rio Grande do Norte, com uma empresa contratada pelo Serviço Florestal Brasileiro. A empresa vai produzir um diagnóstico do Viveiro Municipal, apresentando propostas para melhoria, com acompanhamento durante dois anos. Num primeiro momento serão capacitados três profissionais do Viveiro, que em seguida multiplicarão a capacitação com os demais colegas.

O Serviço Florestal Brasileiro deverá investir R$1,26 milhão do Fundo Nacional de Desenvolvimento Florestal (FNDF) no projeto. A capacitação para o Viveiro de João Pessoa está orçada em aproximadamente R$20 mil. Serão contempladas ainda comunidades e associações localizadas em Porto Seguro (BA), Itacaré (BA), Ibicoara (BA), Medeiros Neto (BA), Ribeirão (PA) e Fernando de Noronha (PE).

Troca de experiências – Os beneficiários receberão capacitação, no mínimo 300 horas de assistência técnica e participarão de intercâmbios para a troca de experiências com outras comunidades. Os conteúdos a serem abordados compreendem desde procedimentos para a melhoria da produção até a comercialização.

Para Aline Valéria, engenheira florestal coordenadora do Viveiro Municipal, “a partir dessa capacitação o viveiro vai oferecer mais qualidade na coleta e produção de mudas de espécies de plantas nativas da Mata Atlântica. Viveiristas e técnicos capacitados devem multiplicar os conhecimentos adquiridos durante os treinamentos”, complementou.

Viveiro – Inserido no projeto João Pessoa Verde para o Mundo, lançado em 2007, o Viveiro Municipal, mantido pela Prefeitura de João Pessoa, é responsável pela produção de mudas de árvores utilizadas na arborização urbana e recomposição de áreas degradadas e ainda fornece mudas para escolas, universidades, organizações não governamentais e empresas. No ano passado, o viveiro produziu mais de 38 mil mudas de árvores nativas, superando a meta do ano, de 35 mil mudas. Foram plantadas 2.945 árvores em áreas urbanas e degradadas e ainda distribuídas outras oito mil mudas.