‘Viver o Semi-Árido’ está em cartaz na Estação Cabo Branco

Por - em 22

Quem passear pela Estação Cabo Branco a partir desta sexta(13), vai conferir as riquezas da região semi-árida com a chegada da exposição itinerante Viver e Compreender o Semi-Árido, do Museu Interativo do Semi-Árido (Misa), que reúne painéis e objetos que remetem ao modo de vida do homem da Caatinga.

A flora, a geologia, a vida do homem sertanejo, através de painéis explicativos autodidáticos, bem como objetos da Caatinga, entre outros itens originais vão ficar expostos até o dia 13 de abril, no 1º andar da Torre da Estação Ciência, Cultura e Artes. A entrada é gratuita.

A exposição se configura como um elemento primordial para transmitir, itinerante e permanentemente, os traços fundamentais do Semi-Árido. São painéis explicativos, peças em barro, madeira, roupas de couro, cancioneiro popular, utensílios domésticos e de trabalho do homem do campo que mexem com o imaginário social, remetendo aos ambientes da caatinga.

Vai estar presente, também, os melhores trabalhos do 1º Concurso Fotográfico do Misa Revelando as Belezas do Semi-Árido. Neste caso, o foco é a natureza e as belezas da região Semi-Árida. As fotos apresentam árvores, flores, parques, paisagens, plantas, aves, animais e áreas preservadas, exclusivamente do Semi-Árido.

A tônica de “Viver e Compreender” permite uma viagem onde os visitantes vislumbram a beleza do ambiente Semi-Árido como uma área onde, apesar de circunstâncias difíceis, o homem aprendeu a conviver harmoniosamente com a natureza e seus aspectos particulares.

O Misa foi criado para fomentar a consciência da importância estratégica que possui a Região Semi-Árida para o Brasil, exibindo as principais nuances e faces que compõem essa imensa parte do perfil geográfico brasileiro.

A Estação Cabo Branco abre de terça a sexta-feira, das 9h às 17h. Nos finais de semana, a visitação pode ser feira das 10h às 18h. Mais informações pelo telefone 3214-8303.