Workshop sobre tecnologia da informação reúne mais de 400, no Sebrae

Por - em 19

Mais de 400 pessoas entre professores, alunos e profissionais de informática estão participando nesta terça-feira (23) do ‘I Workshop de Tecnologia da Informação na Área Educacional’, promovido pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP), através da Secretaria de Educação e Cultura (Sedec), no Auditório do Shopping Sebrae, localizado no Bairro dos Estados. A abertura do evento, em seu segundo dia, ficou por conta de Erinaldo Alves (UFPB), abordando o tema ‘A aprendizagem no século XXI’, em que debateu o uso de novas tecnologias como metodologia de ensino.

Em seguida, o público conferiu a mesa-redonda ‘As mídias no contexto educacional’. A professora da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Edna Brennand, abriu os debates com o tema ‘Mídias na Educação e sua implicação no processo de ensino-aprendizagem’. A educadora afirmou que as novas tecnologias estão exigindo uma transformação profunda nas escolas. “A comunicação midiatizada exige novos paradigmas de aprendizagem em função das mudanças no conceito de tempo e espaço. Mudanças na postura do ensino-aprendizagem. Atualmente não há como discutir inclusão digital sem inclusão social, as duas têm que estar em diálogo”, afirmou.

“A comunicação torna-se mais e mais sensorial e multidimensional e não linear. O tempo presente não comporta o modelo de um para o outro, ou de um para muitos, a exemplo da TV ou rádio. Temos agora a Internet, a TV digital, banco de dados integrados, a escola não pode mais estar alheia a esses processos. O professor não pode mais estar desconectado, o desafio é transformar a informação em conhecimento”, completou.

Integração – A representante do Ministério da Educação (MEC), Ângela Martins, falou sobre o tema ‘A integração das Mídias na Educação’ e, na ocasião, apresentou o programa ministerial ‘Mídias na Educação’ (de ensino à distância), que objetiva a formação continuada para o uso pedagógico das diferentes tecnologias da informação e da comunicação – TV e vídeo, informática, rádio e impressos – de forma integrada ao processo de ensino e aprendizagem, aos profissionais de educação, contribuindo para a formação de um leitor crítico e criativo, capaz de produzir e estimular a produção nas diversas mídias.

Ângela informou ainda que o programa surgiu em 2005 numa versão piloto (on line), no ambiente e-ProInfo, para 1.200 potenciais multiplicadores e tutores de todos os estados brasileiros. Em 2006, foi ofertada versão on line do Ciclo Básico, com certificação em extensão, para dez mil profissionais de Educação Básica do Sistema Público em todo o País. “A tecnologia não substitui a vivência do professor, auxilia na proposta pedagógica. A meta é a integração das diferentes mídias ao processo de ensino-aprendizagem, promovendo a diversificação de linguagens”, disse.

O evento segue na tarde desta terça-feira, sendo abordados no auditório principal os seguintes assuntos: ‘TV digital’, com Walter Galvão (Secom-PMJP); ‘Educação à distância, um novo modelo de ensino’, com Nilton Freire (Unibratec); e ‘Escola digital (Case de sucesso)’. No mesmo período, em outras salas do Sebrae-PB, serão debatidos os temas ‘Gerenciamento de informação na Educação’, com Petruska de Araújo (Sedec-PMJP); ‘Informática educativa’, com Daniele Dias (Sedec-PMJP); e ‘Acessibilidade digital’, com Ana Flávia Borba (UTAD-Portugal).

Nesta quarta-feira (24), às 8h, estão programadas as palestras ‘Fundamentos das tecnologias na Educação’, com Marisete Lima (UFPB), e ‘Humanização através da inclusão – Uso da Mecatrônica’, proferida por Marcelo Gouveia (ParqTec São Paulo/Pet). O evento será encerrado às 10h30, com ‘Escola digital (Case de sucesso)’.