Zé Ramalho é homenageado no Ano Cultural 2010 da PMJP

Por - em 38

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), através da Secretaria de Educação e Cultura (Sedec), lança nesta quinta-feira (25) o Projeto Ano Cultural 2010, que homenageia o cantor e compositor paraibano Zé Ramalho, artista que com sua música amplia a visibilidade do Estado e rompe as fronteiras regionais. O lançamento será às 15h, no Auditório do Centro Administrativo Municipal (CAM), em Água Fria.

Valorizar e estimular a produção intelectual de todos que fazem a rede municipal de ensino é a principal meta do Projeto Ano Cultural, que este ano tem como foco principal a educação musical, já que a área de atuação do homenageado é a música. O ponto alto da programação será a realização de um festival de música, direcionado aos estudantes do ensino fundamental e da Educação de Jovens e Adultos (EJA). A obra de Zé Ramalho estará presente no cotidiano das escolas da rede municipal de ensino como subsídio para ações educacionais e culturais a serem desenvolvidas por estudantes de todos os níveis da educação do município.

Premiação – A produção textual continua sendo o objetivo do Prêmio Estudante Destaque, ação que em 2010 premiará três estudantes de cada escola com notebook sendo: um do primeiro segmento de ensino fundamental; um do segundo segmento de ensino fundamental e um da EJA. Este ano os Creis (Centro de Referência da Educação Infantil) também podem concorrer ao Prêmio Projeto Interdisciplinar, promovendo ações educacionais que envolvam todos os segmentos da escola ou Crei.

Ano Cultural – O projeto está sendo desenvolvido desde 2007 e tem como meta homenagear personalidades paraibanas que se destacam no cenário cultural brasileiro. Na sua 1ª edição, o homenageado foi Ariano Suassuna. Em 2008, foi a vez do poeta José Lins do Rego, e em 2009 foi o poeta, professor e jornalista Sérgio de Castro Pinto. As propostas foram bem aceitas e abraçadas pelas escolas da rede municipal de ensino, que geraram ações interdisciplinares focadas na vida e obra desses artistas, resultando em uma significativa construção de conhecimento, através da leitura e produção textual e expressiva.