Zeh Rocha, Amandi Cortez e Érica Maria no ‘Som das 6’

Por - em 29

As loas de ciranda e aboios do músico pernambucano Zeh Rocha, além das composições dos artistas paraibanos Amandi Cortez e Érica Maria vão animar o projeto ‘Som das 6’ nesta sexta-feira (17). O evento acontece no Ponto de Cem Réis, a partir das 18h. A realização é da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope).

O trabalho de Zeh Rocha é marcado pelos ritmos dos tambores, que traduzem o maracatu de baque virado e as loas das cirandas e aboios. São 30 anos de cantoria pelos palcos do país afora. Nesta sexta-feira (17), o artista se apresentará acompanhada da banda Tecelagem, formada por Juliano Holanda (guitarra), Hugo Linns (baixo), Carlos Amarelo (bateria) e Alex Ferreira (sax, flauta e pífanos).

O público que for ao Ponto de Cem Réis terá a oportunidade de conhecer as músicas do pernambucano feitas em parceria com o poeta paraibano Jessier Quirino. Ele também vai mostrar outras composições inéditas do próximo projeto, intitulado “Caminhante do Céu Vermelho”, programado para ser lançado em DVD no próximo ano.

Zeh já lançou dois CDs, cujas músicas já foram gravadas por artistas como Lenine, Elba Ramalho e os grupos Boca Livre e Céu da Boca. Ele chegou ainda a criar com amigos a legendária banda Flor de Cactus, da qual fazia parte o parceiro Lenine.

Amandi Cortez – O show intitulado “Matéria em Movimento” vem com a proposta de fusão de tendências, timbres e estilos musicais. A apresentação será pautada em canções autorais e em releituras da música popular brasileira e internacional. Os arranjos namoram sobretudo com o estilo soul, funk e POP.

Entre as músicas do repertório que Amandi apresentará nesta sexta-feira (17) estão, por exemplo, “Algodão Doce”, “Perdi o Bonde e a Esperança”, “Boneca de Vidro”, “Cabeça de Melão” e “Ela não Gosta de Música. Já entre as canções populares conhecidas destacam-se “Deixa isso pra lá”, “Clandestino”, “Se Você Pensa”, “Pra o Dia Nascer Feliz” e “Espumas ao Vento”.

O compositor e cantor Amandi Cortez possui dois álbuns gravados – “Libelulasbondearias” (1998) e “Matéria em Movimento” (2008). Ambos são trabalhos independentes. O artista lançou ainda o DVD “Matéria em Movimento Ao Vivo”, captado no teatro Santa Roza, em João Pessoa, previsto para ser lançado no próximo mês.

Érica Maria – ‘A Érica latina’ é o título do show que a artista vai apresentar nesta sexta-feira (17). No repertório, estão composições próprias e uma releitura da música “Areia”, dos irmãos pernambucanos Sérgio de Andrade e Waltinho, da banda de Pau e Corda. Ela ainda vai mostrar canções que retratam o mar e a água. A promessa é trazer um som mais latino, mostrando toda a riqueza do universo musical brasileiro, que mistura o candomblé, em ijexê, a salsa e o reggae.

Érica Maria mostrará composições com letras de seus novos parceiros, a exemplo dos poetas Lau Siqueira, em “Naranja Mecánica”, da paranaense Marcele Aires, em “Água Marinha” e de Sandoval Fagundes, em “Kitila Macombo”. A artista vai se apresentar ao lado dos músicos, Chico Limeira (contrabaixo), Walter Guimarães (guitarra e violão), Zé Manoel (teclado), Walber Acioli (percussão) e Victor Ramalho (bateria).

Érica Maria iniciou sua trajetória artística em 2004, sendo uma das finalistas da Paraíba, no Programa Fama, produzido pela Rede Globo. Ela faz parte da nova cena musical paraibana.