Zélia Duncan e Renata Arruda cantam em Festival de Música

Por - em 14

O festival de música ‘Station Brésil: Onde os Ritmos se Encontram’ movimenta o Ponto de Cem Réis nos próximos dias 31 de outubro e 1º de novembro, às 20h e 18h, respectivamente. A iniciativa faz parte das ações do Ano da França no Brasil. A abertura será com a cantora Renata Arruda e entre as atrações que se apresentam juntas está a cantora Zélia Duncan e o francês Louis Bertignac, que produziu e fez os arranjos do bem sucedido álbum ‘Quelqu’un m’a dit’, da francesa Carla Bruni, vendendo mais de dois milhões de cópias. A Prefeitura de João Pessoa (PMJP), por meio da sua Fundação Cultural (Funjope), é uma das apoiadoras do evento, que é gratuito. A realização é do Estudio Gaia, em parceria com o IBL.

Como ressaltou o diretor executivo da Funjope, Chico César, os shows do Ano da França no Brasil têm como objetivo promover parcerias inéditas entre representantes da cultura dos dois países. “É importante colocar João Pessoa nesse calendário internacional e incluir a nossa cultura regional nesse circuito, a exemplo da Orquestra Sanhauá, da Banda de Pífanos da Serra de Jabitacá e da cantora Renata Arruda”, afirmou. “Teremos também Cibelle Cavalli, que é uma cantora nacional bastante reconhecida no exterior”, comentou.

Os shows do festival acontecem em quatro cidades brasileiras. No caso particular de João Pessoa, o público terá a oportunidade de conhecer de perto um pouco da cena musical parisiense. O Ponto de Cem Réis vai, portanto, virar um verdadeiro caldeirão em ebulição de ritmos e estilos. Tudo isso na mais perfeita sintonia de sotaque franco-brasileiro, com timbres do rock folk, balada, blues, electro rock, rap, funk rock, influências do reggae, eletrobossa, cultura popular, instrumental e MPB.

A programação terá artistas como Spleen, que navega pelo blues e o hip hop. Haverá ainda a apresentação do ex-guitarrista da banda de rock Téléphone, Louis Bertignac, mostrando influências de folk, balada e blues. A canção contemporânea francesa, com batida do electro rock, rap e funk rock, vai marcar a performance de Mathieu Boogaerts. Entre os estrangeiros haverá ainda show com Jeanne Cherhal, premiada em um dos principais concursos de música na França – o ‘Victoires de la Musique’.

O evento terá encontros inusitados no palco, como o de Mathieu Boogaerts com a Orquestra Sanhauá e o da cantora Jeanne Cherhal com a Banda de Pífanos da Serra de Jabitacá. Tudo isso no domingo (1º), a partir das 20h. Já no sábado, às 18h, a abertura, que vai celebrar o encontro franco-brasileiro no palco pessoense, fica por conta da cantora paraibana Renata Arruda.

O idealizador do festival é o francês, radicado no Brasil, Matthieu Rougé. Ele também é curador do projeto Station Brésil, juntamente com o músico, compositor e produtor Paulo Lepetit. O festival também acontece em Brasília (DF), em data a ser confirmada, e São Paulo (SP), nos dias 14 e 15 de outubro, no Sesc Pinheiros. Depois de João Pessoa, a programação segue para o Recife (PE), nos dias 3 e 4, na Torre Malakoff.

Confira a programação de João Pessoa, na Praça Vidal de Negreiros, conhecida como Ponto de Cem Réis.

Dia 31/10 – 20h
Renata Arruda

Dia 01/11 – 18h
Banda de Pífanos da Serra de Jabitacá + Jeanne Cherhal
Spleen + Cibelle
Bertignac + Zélia Duncan
Mathieu Boogaerts + Orquestra Sanhauá