Troca de experiências

Centro de Estudos do Hospital Santa Isabel encerra atividades 2021 com diversas aulas e palestras

20/12/2021 | 16:30 | 276

Com a palestra ‘A importância do cuidado paliativo na gestão hospitalar’, o Hospital Municipal Santa Isabel (HMSI) encerrou, nesta segunda-feira (20), as atividades acadêmicas e administrativas de 2021 do Centro de Estudos. A palestra foi ministrada pelo médico intensivista e paliativista Nolan Palma. Na ocasião, também foi apresentado o planejamento das atividades para 2022 e foi realizada uma roda de conversa com representantes e preceptores das instituições de ensino superior sobre o retorno dos estágios, onde foram abordadas as experiências atuais e melhorias para o próximo ano.

O último evento do ano patrocinado pelo Centro de Estudos Afonso Pereira Silva (Ceapes), do HMSI, contou com a participação de docentes, discentes, coordenadores de estágios, professores e representantes das instituições conveniadas e colaboradores do Hospital Santa Isabel.

Nos últimos meses foram diversas palestras, workshops e simpósios. Também foram ministradas aulas, no âmbito do programa Professor Convidado, conduzido pela Residência Médica em Coloproctologia do Hospital Santa Isabel.

Já para 2022, a previsão é que as atividades no Centro de Estudos sejam retomadas em fevereiro, segundo Karla Fernandes de Albuquerque, coordenadora do Centro de Estudos Afonso Pereira Silva (Ceapes).

“Em face da pandemia da Covid-19, o Ceapes parou suas atividades por vários meses, retomando agora em agosto deste ano, com o objetivo de promover a contínua troca de experiência entre profissionais e manter o corpo clínico alinhado com a rápida evolução do conhecimento na área da saúde. Até a primeira quinzena de dezembro, o Ceapes acolheu mais de 1000 alunos das instituições conveniadas”, disse Karla Fernandes.

As palestras e aulas realizadas no Ceapes proporcionam, gratuitamente, atualização científico-acadêmica para a comunidade médica e estudantes, beneficiando também os usuários da rede SUS.

O público-alvo dos encontros é o de residentes médicos da área cirúrgica das várias escolas de João Pessoa, além do internato médico, que são cirurgiões gerais e coloproctologistas do HMSI, cirurgiões gerais do Hospital Edson Ramalho e dos Hospitais Universitários da UFPB e Famene, e internatos do Unipê e FCM.