Em Mangabeira

Cícero Lucena assina ordem de serviço para reforma e modernização da Escola Índio Piragibe

28/10/2021 | 09:30 | 369

A Prefeitura de João Pessoa segue com tudo no processo de restruturação da Rede Municipal de Ensino. Nesta quinta-feira (28), o prefeito Cícero Lucena assinou a 21ª ordem de serviço, desta vez para a reforma e modernização da Escola Municipal de Ensino Fundamental Índio Piragibe, que fica localizada no bairro de Mangabeira.

A unidade de ensino, que encontra-se bastante deteriorada, foi entregue à população em 2000, ainda na primeira gestão de Cícero Lucena à frente da Prefeitura de João Pessoa. Sua última reforma foi em 2009. O gestor falou da alegria de poder restaurá-la em sua nova administração.

“Vinte e um anos depois Deus está me permitindo essa oportunidade, usou o povo de João Pessoa para que me conduzisse a esse momento e eu estou me reencontrando com a minha história”, falou o prefeito.

A Escola Índio Piragibe, que atende 1.100 alunos do Ensino Fundamental I e II, além de Educação de Jovens e Adultos (EJA), passará por uma reforma ampla em toda a sua estrutura física e todas as salas serão climatizadas para dar mais conforto aos estudantes. O custo da obra será R$ 1.585.048,47.

A secretária executiva de Educação e Cultura, Luciana Dias, destacou o compromisso da gestão do prefeito Cícero Lucena com a pasta, após encontrar 45 escolas com obras paralisadas no início do ano.

“Quando assumimos a gestão tínhamos 45 escolas fechadas. Apenas três delas conseguimos seguir com as empresas continuando o serviço e duas, inclusive, já entregamos: a Ruy Carneiro e a Oscar de Castro, e as outras 42 estamos dando as ordens de serviço”, destacou.

A diretora administrativa da Escola Índio Piragibe, Laurineide Laureano, relembrou uma história da gestão passada de Cícero, em que um aluno da Escola Augustinho Fonseca Neto, na antiga comunidade Cangote do Urubu, no Cristo, ganhou pela primeira vez um par de sapatos após uma campanha de Natal promovida pela unidade de ensino. Ela revelou que o prefeito ficou sensibilizado com a história e pouco tempo depois iniciou a distribuição de fardamento para os estudantes da Rede Municipal de Ensino.

“Quando eu fui dar o sapato ao menino, ele nem sabia calçar, porque nunca tinha tido um sapato. Eu fiz esse relato numa Jornada de Formação de Educadores, o prefeito tinha chegado eu nem percebi, mas ele estava ouvindo. Ele já tinha a intenção de oferecer o fardamento completo para a Rede. Me surpreendeu na época quando a secretária executiva me procurou dizendo que o prefeito queria fazer o lançamento do projeto na minha escola porque ele ficou muito sensibilizado com a história da criança”, recordou.

Durante a solenidade, foram entregues aparelhos Kindle aos professores efetivos da Escola Índio Piragibe. O evento contou a participação do vice-prefeito Leo Bezerra, do deputado estadual João Gonçalves, do além do vereador Emano Santos.