Educação ambiental

Crianças do Residencial Vista Alegre fazem visita ao Parque Arruda Câmara

13/05/2022 | 14:30 | 206

As equipes da Educação Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente (Semam) e da  Secretaria Municipal de Habitação Social (Semhab) da Prefeitura de João Pessoa promoveram nesta sexta-feira (13), uma manhã de lazer para 20 crianças, moradoras do Residencial Vista Alegre, no Parque Zoobotânico Arruda Câmara (Bica).

Elas foram recepcionadas com um lanche pelas equipes do Parque, passearam no trenzinho e visitaram os recintos da Bica, onde receberam informações sobre os animais que são abrigados no local – com dados sobre origem, habitat natural, como são tratados e como chegaram ao Parque. A Bica tem tradição em acolher os bichinhos vítimas de maus-tratos e do tráfico de animais. Quando chegam, eles são cuidados e examinados pelas equipes da Divisão de Zoológico e recebem acompanhamento médico veterinário e nutricional.

Para o assistente de Gabinete, responsável pelos eventos da Semam, Cronwel Alex Rodrigues, a visita das crianças é uma oportunidade única, considerando que é uma manhã de lazer, sem perder o caráter educativo. “As nossas equipes trabalham sempre com foco na educação ambiental, de uma maneira lúdica, divertida – e essa é, sem dúvida, uma das melhores maneiras de se aprender. Quando brincamos, quando nos divertimos, assimilamos as informações de uma maneira mais orgânica, mais natural”, concluiu.

O diretor do Parque Arruda Câmara, Rodrigo Andrade de Araújo Fernandes, destacou que a Bica é um espaço aberto às mais diversas ações, de lazer e educação. “Temos o maior carinho em agendar as visitas das escolas e de outras comunidades que nos procuram. No caso das crianças do Residencial Vista Alegre, essa visita foi um desdobramento das ações de educação ambiental, desenvolvidas pela Semam durante esta semana, junto com diversas outras secretarias. Hoje contamos com o apoio da Semhab, que é parceira na mobilização das famílias no Residencial, atentos para o cuidado com as pessoas, ofertando não apenas o direito à moradia, mas atuando também para que todos tenham direito ao lazer, à educação”, concluiu.