Até o fim do ano

Prefeito autoriza implantação de mais de nove mil lâmpadas de LED em toda a Capital

22/06/2022 | 11:30 | 355

João Pessoa caminha a passos largos para ser completamente iluminada por LED. Na manhã desta quarta-feira (22), o prefeito Cícero Lucena autorizou a implantação de mais de nove mil lâmpadas de LED até o fim do ano, levando mais segurança e qualidade de vida à população. O prefeito ainda assinou contrato para a elaboração de projetos de infraestrutura.

“A chegada do LED não só vai apenas permitir uma iluminação mais potente e eficiente, como também permite uma contribuição ambiental, já que ela consome menos e dura mais. A intenção é trocar todas as 60 mil lâmpadas que existem na cidade. Vamos priorizar os corredores, por onde circulam mais pessoas e seguir contemplando as demais vias”, explicou Cícero Lucena.

Inicialmente serão 9.025 lâmpadas, que começam a ser instaladas imediatamente a começar pela Rua Adalgisa Cavalcante, que liga o Geisel à Valentina passando pelo Cuiá. “A medida que formos concluindo vamos passando para os próximos corredores que ainda não tenham LED. A intenção é que ao final da gestão João Pessoa seja a primeira capital 100% em LED no Brasil”, explicou o secretário municipal da Infraestrutura, Rubens Falcão.

A instalação das lâmpadas também vai considerar questões como o distanciamento dos postes para definir a intensidade da iluminação. De acordo com a diretora de Iluminação Pública da Seinfra, Joyce Alves, a medida garante a uniformidade da claridade ao longo da via, permitindo mais segurança também na mobilidade.

Projetos – Ainda durante a manhã, o prefeito assinou um contrato para a elaboração de projetos de infraestrutura. “Isso vai nos permitir enfrentar os piores gargalos em termos de alagamento nos período de chuva. Um exemplo é o bairro do Esplanada, que sofre com isso e busca solução desde a década de 80, e que poderemos resolver agora”, afirmou o prefeito.

O secretário Rubens Falcão explicou que no caso do Esplanada houve um direcionamento histórico da drenagem na sua direção. “É o bairro mais complexo do ponto de vista da drenagem e esse projeto vai poder dimensionar tudo para que possamos resolver”, explicou. O contrato também inclui a engorda da orla marítima.