Complexo Beira Rio

Prefeitura inicia capacitação de equipe para aplicação de questionário socioeconômico nas comunidades

29/11/2021 | 15:01 | 398

A Prefeitura da Capital, por meio da Unidade Executora do programa João Pessoa Sustentável (UEP), dará início, nesta terça-feira (30), às 9h, ao processo de capacitação dos técnicos e estagiários que serão responsáveis pela aplicação do questionário de pesquisa para o diagnóstico socioeconômico nas oito comunidades do complexo Beira Rio.

A capacitação se estende até a quarta-feira (1) e conta com a participação de representantes das secretarias de Saúde, Habitação, Direitos Humanos e Cidadania, Desenvolvimento Social, Educação e de Políticas Públicas para as Mulheres.

O diagnóstico socioeconômico tem por finalidade identificar os proprietários dos imóveis na região, verificar as condições de vida da população, os principais serviços, atividades realizadas, acesso às políticas públicas, entre outras questões.

Essa é a primeira etapa da pesquisa e será voltada para as famílias ocupantes dos imóveis que estão na zona de intervenções apontados no diagnóstico de infraestrutura. Essa percepção socioeconômica é fundamental para que seja possível compreender a relação entre os moradores e o seu território, bem como, para aferir as condições de vida da população local.

De acordo com Joelma Silvestre, coordenadora de Aspectos Sociais do Programa João Pessoa Sustentável, essa primeira etapa de cadastro vai ser realizada com as casas indicadas no estudo como possíveis áreas de risco.

“Também tem a intenção de desmistificar a situação de risco que esses domicílios se encontram e identificar as famílias que habitam nesses domicílios, podendo ser uma ou mais. Essa identificação traça um perfil socioeconômico da família. A ideia é ouvir um pouco da história de cada uma e trazer olhares técnicos para os riscos que estão envolvidos nessas casas, como também, saber quais as expectativas da família em relação a esse território e quais as possíveis possibilidades de reassentamento. A base principal desse diálogo é planejar a melhor alternativa para a situação dos moradores do complexo Beira Rio”, afirmou.

Programa João Pessoa Sustentável – Promove o desenvolvimento social, urbano e econômico da cidade por meio da redução das desigualdades, da modernização dos instrumentos de planejamento urbano, da prestação de serviços e da administração pública e fiscal. É orçado em 200 milhões de dólares, metade financiada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e a outra parte contrapartida da Prefeitura de João Pessoa.