Acolhimento

Prefeitura oferece assistência em saúde para pessoas em situação de rua

13/02/2021 | 09:00 | 1256

As pessoas em situação de rua contam com serviços de saúde e acolhimento por meio do Consultório na Rua, Programa da Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP). Somente no último mês de janeiro, foram realizados 589 atendimentos. Com a pandemia do coronavírus, a equipe tem dobrado os atendimentos, com distribuição de kits de higiene pessoal contendo água, máscara, álcool em gel, além da realização de testes rápidos da Covid-19.

Os serviços são realizados por quatro equipes multiprofissionais, formadas por enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais, agentes sociais e terapeutas ocupacionais, que desenvolvem ações integradas em pontos estratégicos da cidade. A abordagem das equipes acontece de forma itinerante nas ruas, praças e outros locais públicos ocupados pelas pessoas em situação de rua.

A coordenadora do Ruartes, Luana Alves, diz que o Consultório na Rua não parou a assistência com foco na reabilitação de dependentes químicos, sobretudo pelo uso de álcool e outras drogas, mesmo em meio à pandemia.  

“Neste momento, o trabalho das equipes tem sido voltado à prevenção e assistência da população, com a realização de testes rápidos do Covid 19”, diz.

Do início da pandemia até o momento foram detectados 116 casos positivos de Covid, com três internações. Contudo, todos se recuperaram.

Luana Alves explicou que quando se detecta a positividade para a doença, o usuário é encaminhado à rede de saúde pública para receber o tratamento necessário.“Na identificação de sintomáticos respiratórios é realizada a avaliação e monitoramento do quadro clínico pela equipe. Em caso de maior gravidade é garantido atendimento emergencial do Samu”, detalhou.

Atendimentos de saúde – As equipes do Consultório na Rua trabalham no horário de 8h às 19h, de segunda-feira à sexta-feira.

Além dos testes rápidos Covid 19, são ofertados também testes rápidos para HIV/Aids, sífilis, hepatites B e C, teste rápido de gravidez. Nas abordagens são realizadas ações de Redução de Danos para pessoas em uso prejudicial de drogas, de modo a evitar condutas de risco como o compartilhamento de cachimbos, cigarros, garrafas com bebidas, copos, etc.