Humanização

Profissionais do Instituto Cândida Vargas recebem capacitação sobre violência contra a mulher

06/12/2021 | 20:30 | 420

Os profissionais dos setores de vigilância e recepção do Instituto Cândida Cargas (ICV) participaram, na tarde desta segunda-feira (06), da ‘I Capacitação Multidisciplinar sobre o Enfretamento à Violência contra as Mulheres’. A iniciativa é fruto de uma parceria entre o ICV e a Secretaria Extraordinária de Políticas Públicas para Mulheres (SEPPM) e aconteceu no auditório da maternidade. Nesta terça-feira (7), a programação segue para outro grupo de profissionais.

Durante a capacitação, foram abordados os temas: acolhimento e sensibilização: a violência contra as mulheres e enfrentamento, com a psicóloga Géssica Almeida; qualidade no atendimento ao usuário do serviço público, com Ana Carolina Gondim Ramalho, coordenadora de enfretamento à violência contra a mulher da SEPPM; e a importância do serviço público de saúde: humanização na assistência às parturientes e mulheres vítimas de violência sexual, com Marizete Fernandes, que é enfermeira.

O diretor administrativo do ICV, Marcelo Melo, destacou o compromisso da maternidade em oferecer capacitações para o desenvolvimento de sua equipe profissional. “A parceria entre o Instituto Cândida Vargas com a Secretaria de Mulheres vem ressaltar a importância das políticas públicas de enfrentamento à violência contra as mulheres e a necessidade de instrumentalizar os profissionais, vigilantes e recepcionistas, que são quem primeiro atendem as vítimas que procuram atendimento no ICV”, disse.

Edna Betânia Brito, que trabalha no setor da recepção, afirmou que a capacitação é importante para o processo de conhecimento e vai ajudar na hora de receber as mulheres vítimas de violência. “Está sendo muito bom, pois vai ajudar no nosso dia a dia dentro da maternidade. Nós, que estamos na recepção, precisamos passar calma, confiança e segurança para essas mulheres”, contou.

Referência – O Instituto Cândida Vargas é um serviço referência em saúde no atendimento a vítima de violência sexual/doméstica sexual. “A educação continuada se faz necessário para o aprimoramento no acolher das usuárias do sistema único de saúde. Diagnosticar no atendimento é essencial para mudar o comportamento muitas das vezes de rejeição pelo sofrimento que passa. Precisamos qualificar os colaboradores e praticar a empatia em sua vida pessoal e profissional por um atendimento humanizado”, disse a coordenadora do setor de Serviço Social do ICV, Liane Guerra.

A capacitação foi realizada pela equipe das Coordenações de Saúde e Enfrentamento à Violência da SEPPM. “É uma honra para nós colaborar com o Instituto Cândida Vargas de uma forma simples, mas com muita dedicação, certas de que com essa capacitação promovemos mais aprendizado nas ações colocadas em prática por uma equipe humanizada e competente que está à frente dessa unidade de saúde”, disse a secretária da das Mulheres, Nena Martins.