Planejamento

Sedurb inspeciona Centro para promover ações de ordenamento em diálogo com ambulantes

20/02/2021 | 13:40 | 467

Com muito diálogo junto à categoria dos ambulantes, a Prefeitura de João Pessoa pretende fazer um melhor ordenamento do Centro da Capital. Com esse objetivo, uma equipe da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) visitou, neste sábado (20), diversas ruas e espaços do Centro que estão sendo ocupados por cerca de 400 trabalhadores informais.

Muitas dessas ocupações estão acontecendo de forma irregular – em calçadas, em frente de lojas e, muitas vezes, dificultando a circulação da população. Durante a visita, que teve a participação da Associação dos Ambulantes e trabalhadores em Geral da Paraíba, o secretário Fábio Carneiro (Sedurb) conversou com trabalhadores e viu de perto o que precisa ser melhorado.

“Iniciamos esse trabalho na orla da cidade e, aqui, no Centro, estamos dialogando com as pessoas, ouvindo as demandas para realizar um melhor ordenamento. Estamos fazendo o cadastramento de todos os profissionais e, de perto, verificando a situação de trabalho deles. Vamos buscar uma solução para que eles possam ter a renda e ao mesmo tempo que esse trabalho não comprometa o ordenamento do Centro”, explicou.

Dessa visita, a Sedurb vai fazer um relatório para, em seguida, começar o planejamento do ordenamento no Centro, com as eventuais modificações em pontos de comércio irregular e organização do trabalho. “A gente não vai tirar a renda de ninguém, porque sabemos que as pessoas precisam trabalhar. Vamos disciplinar o comércio e fazer com que o espaço urbano seja bem aproveitado por todos – o cidadão e os comerciantes”, completou o secretário.

O comércio ambulante no Centro da Capital, segundo a presidente da Associação dos Ambulantes e trabalhadores em Geral da Paraíba, Márcia Medeiros, conta com trabalhadores que vendem comida, frutas, acessórios, roupas, brinquedos, fiteiros, entre outras atividades que estão sendo mapeadas para que a Prefeitura de João Pessoa possa fazer um melhor controle.

“Estamos tendo um diálogo constante e muito bom com a Sedurb – o secretário está sempre acessível e conhecendo de perto a realidade dos trabalhadores. O que nós queremos é uma melhor padronização, com locais específicos e categorização do tipo de comércio. A categoria está bem disposta a colaborar com a prefeitura, porque estamos vendo que existe o interesse em melhorar”, enfatizou Márcia Medeiros.