Programa João Pessoa Sustentável

Objetivo

O Programa João Pessoa Sustentável tem o objetivo de promover o desenvolvimento social, econômico e ambiental da cidade por meio da redução das desigualdades, da modernização dos instrumentos de planejamento urbano, da prestação de serviços e da administração pública e fiscal. O Programa é dividido em dois componentes: um de investimentos e outro de gestão administrativa.

Histórico Geral do Programa

A Prefeitura Municipal de João Pessoa – PMJP e o Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID assinaram contrato de empréstimo nº 4444/OC-BR. BRL 1421 – João Pessoa em 20/12/2018 referente ao Programa de Desenvolvimento Urbano Integrado e Sustentável do município de João Pessoa.

O contrato assinado é uma operação de crédito externo que foi autorizado pelo Senado Federal, através da Resolução n° 29/2018.

Data de aprovação pela diretoria do Banco: 13/12/2017

Data de assinatura do contrato: 20/12/2018

Data de elegibilidade para o 1° desembolso: 19/12/2019 Data do primeiro desembolso: 15/01/2020

Custo do Programa

O custo total do Programa é estimado em US$ 200.000.000,00 sendo US$ 100.000.000,00 financiados pelo BID e US$ 100.000.000,00 em contrapartida da Prefeitura. É apresentado a seguir, na Figura 4, o desmembramento dos recursos, por componente e contribuição.

Fig. 4
Fig. 4

Unidade Executora do Programa João Pessoa Sustentável

A UEP está vinculada à Secretaria de Gestão Governamental sendo responsável por realizar a administração geral e financeira do Programa, planejar sua execução, monitorar os avanços e cumprimento das metas, planejar, monitorar e executar os processos de aquisição e contratação, além de realizar os procedimentos relativos às movimentações financeiras em cumprimento às políticas operacionais do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Componentes de investimentos

1 – Desenvolvimento urbano sustentável e gestão da cidade

  1. Fortalecimento do Planejamento e da Gestão Urbana – Revisão do Plano Diretor Municipal; Plano de Descarbonização e Adaptação Climática; Plano Municipal de Risco e Desastre; e Centro de Cooperação da Cidade (CCC).
    1. Financiamento dos Conjuntos Habitacionais Integrais para famílias vulneráveis –Conjuntos de contrapartida: Colinas de Gramame, Saturnino de Brito, São José, Vista Alegre
    1. Melhoramento do habitat em assentamentos irregulares vulneráveis – Plano de Desenvolvimento Comunitário (PDC), Projetos e Obras de Infraestrutura e Parque Linear, Projetos e Obras dos Conjuntos Habitacionais e Regularização Fundiária para as comunidades do Complexo Beira Rio, Projetos e Obras de Recuperação do antigo Lixão do Róger.

2 – Fortalecimento da gestão pública municipal

2.1 Melhoramento da Gestão Tributária: Modelo de Gestão de Contribuintes, Planta Genérica de Valores (PGV), Novo Modelo de Cobrança, Novo Sistema de Administração Tributária, Programa de Educação Fiscal, Data Center

2.2 Melhoramento da Gestão Administrativa: Reestruturação das Secretarias, Escola de Governo EAD, Modelo de Gestão de Patrimônio Municipal, Sistema Eletrônico de Tramitação de Documentos (E-Ciga), Sistema de Gestão Financeira e Contábil, Sistema de Atuação da Defesa Civil, Infraestrutura Física de TI aperfeiçoada, Sistema de Serviços de Monitoramento e Segurança para implantação de firewell da PMJP.

Componente de gestão e administração do Programa

Contempla as ações de apoio para execução do Programa. Formado pela Unidade Executora do Programa João Pessoa Sustentável (UEP) e Secretarias Municipais que compõem o Comitê Gestor do Programa


Programa de Desenvolvimento Urbano Integrado e Sustentável do Município de João Pessoa

Descrição Geral do Programa

A Prefeitura Municipal de João Pessoa – PMJP e o Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID assinaram contrato de empréstimo nº 4444/OC-BR. BRL 1421 – João Pessoa em 20/12/2018 referente ao Programa de Desenvolvimento Urbano Integrado e Sustentável do município de João Pessoa.

O contrato assinado é uma operação de crédito externo que foi autorizado pelo Senado Federal, através da Resolução n° 29/2018.

  • Data de aprovação pela diretoria do Banco: 13/12/2017
  • Data de assinatura do contrato: 20/12/2018
  • Data de elegibilidade para o 1° desembolso: 19/12/2019
  • Data do primeiro desembolso: 15/01/2020
  • Prazo de execução: 54 meses

Descrição dos Componentes de Investimento

O Programa João Pessoa sustentável está dividido em dois componentes, conforme pode ser observado na Figura 1, sendo composto por: I. Componente de Investimento e II. Componente de Gestão e Administração do Programa, com atividades ligadas à administração, monitoramento, auditoria e avaliação do Programa.

Para atingir os objetivos do Programa, o componente de Investimento está dividido nos componentes I.1 Desenvolvimento Urbano Sustentável e Gestão da Cidade e I.2 Fortalecimento da Gestão Pública Municipal, a seguir identificados e descritos.

Componente I.1 – Desenvolvimento Urbano Sustentável e Gestão da Cidade

O Desenvolvimento Urbano Sustentável e Gestão da Cidade, apresentado na Figura 2, apoia a diminuição das desigualdades urbanas e o planejamento para a modernização da gestão urbana. Financia: (i) elaboração dos projetos básicos e executivos de urbanização integrada de áreas subnormais nos Complexos Beira Rio – CBR; (ii) infraestrutura urbana como redes de esgoto, de drenagem, pavimentação de vias e construção de equipamentos públicos e de lazer no Complexo Beira Rio – CBR; (iii) atividades e obras visando a recuperação do antigo lixão do Roger; (iv) construção de aproximadamente 2.949 unidades habitacionais para população de baixa renda; (v) reassentamento de cerca de 840 famílias do Complexo Beira Rio – CBR com a devida regulamentação fundiária; (vi) melhoria dos instrumentos de gestão e planejamento urbano e ambiental; (vii) elaboração do Plano Municipal de Redução de Riscos a Desastres Naturais; (viii) Plano Municipal de Descarbonização e Adaptação Climática; (ix) Plano de Ação para Desenvolvimento Econômico das comunidades da Região do Complexo Beira Rio – CBR, e (x) implantação do Centro de Cooperação da Cidade (CCC), contemplando o atendimento integrado a emergências, situações de risco, segurança pública e mobilidade.

Componente I.2 – Fortalecimento da Gestão Pública

Figura 3 – EAP Componente I.2

O Componente I.2, ver a Figura 3, financia as seguintes ações: (i) reestruturação organizacional das secretarias envolvidas; (ii) atualização da planta genérica de valores; (iii) implantação do novo modelo de gestão dos contribuintes; (iv) implantação do novo modelo de cobrança; (v) desenvolvimento de um novo sistema de administração tributária; (vi) implantação do modelo de gestão do patrimônio municipal; (vii) implantação da escola de governo; (viii) implantação do novo modelo de gestão de compras; (ix) implantação do programa de educação fiscal; (x) implantação do novo modelo de inteligência fiscal; (xi) virtualização dos processos administrativos por meio do processo eletrônico; (xii) implantação do modelo de gestão financeira e contábil; (xiii) redefinição do modelo de assistência social do município; (xiv) melhoria do modelo de atuação da Defesa Civil; (xv) aperfeiçoamento da infraestrutura física e de tecnologia da informação, e (xvi) implantação do Data Center em uma Sala Segura, certificada e com padrões de segurança internacionais.

Custo do Programa

O custo total do Programa é estimado em US$ 200.000.000,00 sendo US$ 100.000.000,00 financiados pelo BID e US$ 100.000.000,00 em contrapartida da Prefeitura. É apresentado a seguir, na Figura 4, o desmembramento dos recursos, por componente e contribuição.

Biblioteca do Plano de Ação Sustentável

Plano de Ação Sustentável
O Plano de Ação João Pessoa Sustentável, concebido em etapa anterior à execução do Programa João Pessoa Sustentável, indica, de forma preliminar, os problemas e sugere soluções para o seu enfrentamento em áreas como Desigualdade Urbana; Uso do Solo; Competitividade da Economia; Gestão Pública; Segurança; Mudanças Climáticas; Mobilidade e Transporte. O Plano prevê 60 ações essenciais, que, juntas, requerem investimentos de cerca de R$ 1,25 bilhão. O objetivo é fazer com que a cidade cresça com planejamento e sustentabilidade.
Download

Mudanças climáticas
As mudanças climáticas globais estão associadas às atividades geradoras dos gases do efeito estufa. Dentre elas, podemos destacar as atividades industriais, agrícolas e de transporte, que têm alto consumo de energia proveniente de combustíveis fósseis. O seguinte estudo trata da elaboração do inventário e de ações de mitigação de gases do efeito estufa para os municípios que compõem a Grande João Pessoa.
Download

Vulnerabilidade e riscos naturais
O estudo consiste em uma avaliação dos riscos de desastres naturais na cidade de João Pessoa, considerando diversos cenários relacionados ao efeito das alterações climáticas e para o clima atual. A análise geográfica da área se limita ao entorno do município de João Pessoa. O estudo leva em consideração riscos como inundações fluviais, inundações marinhas, riscos por deslizamentos e análise de erosão costeira.
Download

Crescimento urbano
Este estudo se apoia em uma série de fotografias, gráficos, mapas e tabelas para entender o crescimento urbano da cidade. Foram utilizadas imagens multi temporais de satélite para analisar o crescimento populacional e o planejamento levando a conclusão de uma série de debilidades e fortalezas presentes no sistema territorial da Grande João Pessoa, em especial, os relacionados com o crescimento urbano.
Download

PERR Colinas de Gramame
VERSÃO FINAL 2017
Download

PERR Saturnino de Brito
Projeto especifico de relocalização de população e apoio à reinstalação e desenvolvimento de atividades economicas.
VERSÃO FINAL 2017
Download

PERR Vista Alegre
Projeto especifico de relocalização de população e apoio à reinstalação e desenvolvimento de atividades economicas.
VERSÃO FINAL 2017
Download

PERR São José
Projeto especifico de relocalização de população e apoio à reinstalação e desenvolvimento de atividades economicas.
VERSÃO FINAL 2017
Download

PDRR João Pessoa
Projeto especifico de relocalização de população e apoio à reinstalação e desenvolvimento de atividades economicas.
VERSÃO FINAL 2017
Download

Relatório de Avaliação Ambiental – RAAJoão Pessoa
Projeto especifico de relocalização de população e apoio à reinstalação e desenvolvimento de atividades economicas.
Download

Relatório de Avaliação Ambiental – RAA – Conjunto Habitacional Vista Alegre
Projeto especifico de relocalização de população e apoio à reinstalação e desenvolvimento de atividades economicas.
Download

Relatório de Avaliação Ambiental – RAA – Conjunto Habitacional Saturnino de Brito
Projeto especifico de relocalização de população e apoio à reinstalação e desenvolvimento de atividades economicas.
Download

Relatório de Avaliação Ambiental – RAA – Conjunto Habitacional Novo São José
Projeto especifico de relocalização de população e apoio à reinstalação e desenvolvimento de atividades economicas.
Download

Relatório de Avaliação Ambiental – RAA – Colinas de Gramame
Projeto especifico de relocalização de população e apoio à reinstalação e desenvolvimento de atividades economicas.
Download

Consulta e Envolvimento das Partes Interessadas
DOSSIÊ DE CONSULTAS DOS PERRS  PROJETOS DE CONTRAPARTIDA
Download

Consultoria em gestão de águas urbanas nos espaços públicos do Complexo Beira Rio.Nov.2019
Realizado a partir de visita técnica de 28/Out a 01/Nov/2019
Download

Diagnóstico Socioterritorial do Complexo Beira Rio – CBR.ABR.2020pdf

Estudo de Viabilidade de Espaços Comerciais nos CH.JUN.2020pdf

Marco de Gestão Ambiental e Social – MGAS JUN 2020

Plano Diretor de Reassentamento e Relocalização – PDRR – SET.2020

Relatório Ação de Combate à fome.JAN.2021

RELATÓRIO DE CONSULTA SIGNIFICATIVA DO CENTRO DE COOPERAÇÃO DA CIDADE – CCC FEV. 2020

RELATÓRIO DE CONSULTA SIGNIFICATIVA DO CENTRO DE COOPERAÇÃO DA CIDADE – CCC FEV. 2020

APRESENTAÇÃO DOS CONSÓRCIOS DO CBR

Equipe

Coordenador Geral
Antonio de Fátima Elizeu de Medeiros

Engenheiro Civil com sólida experiência internacional em Planejamento, Orçamentação  e Execução de diversos tipos de obras tais como: edificações, obras rodoviárias, barragens, hidroelétricas, obras ferroviárias, obras portuárias, obras aeroportuárias, túneis, pontes, viadutos, obras de dutos entre outras. Larga experiência em Gerenciamento de obras, Gerenciamento de Custos e Implantação de novas soluções construtivas em obras de grande porte, tendo exercido as funções de Gerente de Produção e Gerente de Contrato, Supervisor, Diretor Técnico Operacional, Diretor de Engenharia e Equipamentos, Diretor de processos construtivos e Engenharia.

Missão: exercer a função primordial de coordenar e supervisionar a execução de todas as atividades previstas no Programa, atuando também como principal interlocutor da Prefeitura Municipal com o BID.


Coordenador Executivo
Tarcio Handel Pessoa Rodrigues

Advogado especialista em Direito Fiscal, Administrador Especialista  em Gestão de Estratégia, Inteligência de Mercado e em Negócios Sustentáveis. Certificado em Parceiras Público Privada pela LSE-Londres e em Franchising e Redes de Negócios, . Mestrando em Direito e Desenvolvimento Sustentável  e Membro Titular da Academia Paraibana de Ciências da Administração – APCA.
Exerceu Cargos de Secretário de Estado de Planejamento, Orcamento, Gestão e Finanças, Secretário  de Finanças, e de Secretario de Empreendedorismo  no Governo do Estado da Paraíba e de Secretário Chefe da Consultoria Geral da Prefeitura de Natal/RN, tendo também sido Diretor de Economia e Finanças no Tribunal de Justiça da Paraíba e Diretor do Colegiado Nacional de Secretários Estaduais de Planejamento.
Participou da equipe de transição do atual Governo Federal, como Assessor Especial da Presidência da Republica Nível V, sendo responsável pelo grupo de trabalho: Desenvolvimento Regional.
Na iniciativa privada atuou como Diretor de Instituições  com atuação Nacional e Internacional. Ganhador do Premio Ethos de Sustentabilidade e do Premio Ashoka/McKinsey de Planos de Negócios Sustentável através do projeto Mandalla.

Missão: tem como função primordial apoiar o Coordenador Geral na execução de todas as atividades previstas no Programa e interlocução com o BID.


Coordenador de Desenvolvimento Urbano Sustentável e Gestão da Cidade
Caio Mário Silva e Silva

Arquiteto e Urbanista, Pós-Graduado em Planejamento Urbano e Gestão das Cidades, Servidor Público desde 2009, atuou como arquiteto da equipe de Planejamento da Secretaria de Habitação de João Pessoa – SEMHAB, em 2011 fez parte da equipe de Regularização Fundiária da SEMHAB, em 2012 foi nomeado Chefe de Regularização Fundiária, em 2013 foi nomeado Diretor de Regularização Fundiária cargo que exerceu até 2018.

Missão: em observância às regras e princípios que regem o Programa, realizar a supervisão técnica para implantação dos projetos de urbanização, reassentamento e demais ações relacionadas a sua coordenação no Programa, assessorando o Coordenador Geral.


Coordenador de Fortalecimento da Gestão Pública
Joseuma de Souza Barbosa

Graduada em Administração; Especialista na Área de Estratégias Empresariais; Coordenadora Administrativa e Técnica do Projeto Cidades Emergentes e Sustentáveis (2013-2017); Consultora de Negócios Junto à Iniciativa Privada (2008-2011).

Missão: em observância às regras e princípios que regem o Programa, realizar a supervisão técnica para implantação dos projetos de planejamento e modernização da gestão municipal, assim como das demais ações relacionadas a sua coordenação no Programa, assessorando o Coordenador Geral.


Coordenadora de Aspectos Ambientais
Thais Gidi Portella

Analista ambiental, graduada em medicina veterinária, atua desde 2003 nas áreas de Estudos de Impactos Ambientais e de Desenvolvimento Sustentável, principalmente nos setores de geração de energia, mineração e logística, assim como indústrias de celulose. Trabalhou como consultora socioambiental em empresa multinacional (ERM Brasil Ltda.) e sua experiência inclui: suporte em licenciamentos e negociação com órgãos regulatórios estaduais e federais, análise de partes interessadas, comunicação e avaliação de questões e riscos socioambientais, educação ambiental, atuação na elaboração de Estudos de Impacto Ambiental incluindo o desenvolvimento e implementação de programas ambientais e socioeconômicos. Possui experiência na Implantação de Relatório de Sustentabilidade alinhado a criação de Política de Sustentabilidade em empresa privada multinacional no setor de mineração, avaliação dos Princípios do Equador (EP), com base nos Padrões de Desempenho da International Finance Corporation (IFC), durante processos de venda e aquisição de empresas, assim como para investimentos de instituições financeiras signatárias dos EP e é formalmente treinada para a execução de auditoria ambientais do tipo Due Diligence. Realizou também trabalho para a Social Capital Group, no Deserto no Atacama/Chile envolvendo atividades relacionadas a gestão de risco social para avaliação da viabilidade e licenciamento de uma termoelétrica na região.

Missão: em observância às regras e princípios que regem o Programa, realizar a supervisão técnica para implantação dos projetos em assuntos de natureza ambiental e atuar no controle do respeito aos aspectos ambientais nos demais projetos do Programa, assim como coordenar as demais ações relacionadas a sua pasta no Programa, assessorando o Coordenador Geral.


Coordenadora de Aspectos Sociais
Dalliana Ferreira Brito Grisi

Graduada em Serviço Social pela Universidade Federal da Paraíba – UFPB (2009), com Mestrado em Serviço Social pelo Programa de Pós-Graduação em Serviço Social PPGSS pela Universidade Federal da Paraíba – UFPB (2012), MBA em Gestão de Pessoas pelo Centro Universitário de João Pessoa – UNIPÊ (em andamento), atuando com docente nas seguintes áreas: Políticas Públicas e Direitos Humanos, Política de Habitação de Interesse Social, Formação e exercício profissional do Assistente Social. Atuou na Secretaria Municipal de Habitação Social-SEMHAB como técnica social no período entre 2013-2018. Exerceu o cargo de Coordenação do Trabalho Técnico Social na SEMHAB entre o período de 2018-2019.

Missão: em observância às regras e princípios que regem o Programa, realizar a supervisão técnica para implantação dos projetos e estudos de caráter social, assim como das demais ações relacionadas a sua coordenação no Programa, assessorando o Coordenador Geral.


Coordenador do Centro de Cooperação da Cidade (CCC)
Hugo Barbosa de Paiva Junior

Técnico em Edificações, Engenheiro Civil, Mestre em Engenharia Urbana na Área de Análise de Riscos e Desastres, Especialista em Gestão Pública Municipal e em Gerenciamento de Empreendimentos. 15 anos de experiência em atividades relacionadas à engenharia civil incluindo o planejamento, gerenciamento, fiscalização, execução, projetos e orçamentos de obras civis voltados para o setor público e privado. Experiência como Coordenador em Defesa Civil e elaboração de Planos de Contingência. Conselheiro do CREA-PB entre 2012 a 2017, exercendo as funções de coordenador da Comissão de Ética, da Câmara de Engenharia Civil e como membro da Diretoria nos cargos de Tesoureiro e Vice-presidente. Desde 2013 engenheiro civil da Secretaria de Infraestrutura de João Pessoa.

Missão: em observância às regras e princípios que regem o Programa, realizar a supervisão técnica para instalação e gestão do Centro de Cooperação da Cidade (CCC), assim como das demais ações relacionadas a sua coordenação no Programa, assessorando o Coordenador Geral.


Coordenadora Administrativa e Financeira
Juliana de Oliveira Medeiros

Graduada em Ciências Contábeis pela UFPB; Aluna de Pós-Graduação em Gestão Pública Municipal; Ocupou Cargo de Assessora Técnica da Controladoria Geral do Município de João Pessoa (2013-2016); Diretora da Divisão de Acompanhamento Setorial de Convênios da PMJP (2017-2018); Contadora.

Missão: em observância às regras e princípios que regem o Programa, em conjunto com o Coordenador Geral, planejar, coordenar, acompanhar e avaliar os assuntos relativos à gestão orçamentária e financeira do Programa, assim como das demais ações relacionadas a sua coordenação.


Coordenador de Tecnologia da Informação
Bruno Reis Crispim

Graduado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas pelo Centro Universitário Estácio de Ribeirão Preto. Desenvolvedor Oracle em Software de ERP de gestão Hospitais e Planos de Saúde. DBA Oracle, com 22 anos de experiência na área de Tecnologia da Informação, tendo participação em projetos de alta disponibilidade voltados para a área da saúde em empresas de destaque nacional, tais como Hapvida, Ulbra Saúde, além de ter atuado no projeto SIGPES –  Sistema de Gestão de Pessoal (SIGPES) – que atende a todo o Comando da Aeronáutica. Desenvolvedor e proprietário da patente das seguintes soluções de software: HEALTHO TOOLS SISTENAM INGREDAO DE ASSISTENCIA MEDICA BR 51 2016 001306-0; MATER TOOLS SISTEMA INEGRADO DE GESTÃO EM SAÚDE BR 2016 001305-2. Atuou como Diretor de Tecnologia da Informação, na secretaria de saúde do município de Cabedelo. Atuou no projeto de integração com o sistema de gestão ERP R11 no Grupo Ulbra. Atuou no projeto de replicação de dados em banco de Dados Oracle com uma base master e sete bases slave na Ulbra.

Missão: em observância às regras e princípios que regem o Programa, realizar o apoio técnico necessário à aquisição e implementação de equipamentos, sistemas, projetos, mecanismos, intervenções e procedimentos em matéria de Tecnologia da Informação ou com algum reflexo nessa matéria, assim como coordenar as demais ações relacionadas a sua pasta no Programa, assessorando o Coordenador Geral.


Comissão Especial de Licitação (CEL/UEP)
Vandeivi Amâncio
Presidente

Servidor Público Municipal. Bacharel em Direito. Advogado. Especialista em Gestão Pública Municipal pela Universidade Federal da Paraíba. Atuou como membro da Comissão Especial de Licitação  e na Assessoria Jurídica da Secretaria de Planejamento do Município de João Pessoa.

Missão da CEL/UEP: detém a competência exclusiva para realizar os processos de seleção e contratação de consultoria, aquisições de bens e contração de obras, de acordo com as regras e princípios que regem o Programa e o ordenamento jurídico nacional; competindo-lhe ainda realizar o apoio na instrução dos processos e na prestação de informação aos órgãos de fiscalização e controle.


Assessoria Jurídica
Fábio Vinícius Maia Trigueiro

Mestre em Ciência Jurídico-Política com Menção em Direito Constitucional pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra (Portugal); Especialista em Direito Constitucional pelo Centro Universitário de João Pessoa; Graduado em Direito; Chefe da Assessoria Jurídica da Secretaria de Planejamento do Município de João Pessoa/PB (2017-2019); Assessor Especial da Procuradoria Geral do Município de João Pessoa/PB (2015-2017); Professor Convidado da QSP Concursos; Advogado.

Missão: prestar assessoramento jurídico ao Coordenador Geral do Programa, aos demais Coordenadores e à Comissão Especial de Licitação em assuntos relacionados ao Planejamento, Orçamento, Termos de Referência, Projetos, Aquisições e Procedimentos Licitatórios, Celebração de Contratos, Execução Contratual e Prestação de Contas.


Comitê Gestor do Programa

O CGP, presidido pelo Prefeito Municipal e auxiliado pelo Coordenador Geral da Unidade Executora do Programa (UEP), terá como membros efetivos, além do Prefeito, os titulares dos seguintes Órgãos e Entidades da Administração Indireta da PMJP:

  • Secretaria de Gestão Governamental;
  • Secretaria de Infraestrutura;
  • Secretaria Municipal da Fazenda;
  • Secretaria Executiva da Receita;
  • Secretaria Executiva de Finanças;
  • Secretaria da Habitação Social;
  • Secretaria de Desenvolvimento Urbano;
  • Secretaria de Desenvolvimento Social;
  • Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania;
  • Secretaria de Planejamento;
  • Secretaria de Administração;
  • Secretaria de Meio Ambiente;
  • Secretaria de Segurança Urbana e Cidadania;
  • Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil;
  • Procuradoria-Geral do Município;
  • Controladoria Geral do Município;
  • Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana;
  • Empresa Municipal de Limpeza Urbana;
  • Serviço de Atendimento Móvel de Urgência;
  • Secretaria da Saúde;
  • Secretaria de Educação e Cultura;
  • Secretaria de Ciência e Tecnologia;
  • Secretaria Extraordinária de Políticas Públicas para as Mulheres;
  • Secretaria de Trabalho, Produção e Renda.

Outros Órgãos e Entidades do Estado da Paraíba e do Governo Federal:

✓          Policia Rodoviária Federal (PRF)

✓          Polícia Militar (PM)

✓          Corpo de Bombeiros (CB)