Prevenção

Defesa Civil planeja ações para período de chuvas na Capital

28/12/2021 | 12:00 | 339

O mês de Janeiro na cidade de João Pessoa é Estação Verão, período de sol intenso, mas também época de planejamento para a Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (COMPDEC) para a chegada das primeiras chuvas intensas do ano. Nesse período são priorizadas as ações de desassoreamento e drenagem voltadas para minimizar os efeitos da chuva em pontos de alagamento na Capital. Em caso de ocorrência, a população deve acionar o Disk Defesa Civil: 0800 285 9020. O sistema funciona 24 horas.

“As drenagens não param. São executadas durante todo o ano, além do monitoramento das áreas de risco. Recentemente foi executada a drenagem do Rio Jaguaribe – o trecho que corta o bairro São José. Também foram relocadas as máquinas para os pontos mais sujeitos a alagamento, como o Rio Cuiá – que corta os bairros Mangabeira e Valentina Figueiredo, e o Rio Jaguaribe, da Mata do Buraquinho à ponte sobre a avenida Beira Rio, no bairro Miramar”, informou o diretor de Minimização de Desastres, Antonio Esteves.

Segundo ele, quando ocorrem as chuvas as equipes de plantão monitoram os pontos de alagamento e se mantêm em sobreaviso para casos de emergência, em parceria com as equipes da Autarquia Especial de Limpeza Urbana (Emlur), Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) e Superintendência de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob), com objetivo de minimizar os transtornos para a população.

Orientações – No período de chuvas intensas é importante que a população tenha mais atenção a possíveis situações de risco e adote ações preventivas, tais como:

  • atenção ao descarte de lixo. Resíduos descartados em terrenos ou áreas públicas são arrastados pelas águas da chuva e entopem bueiros e galerias pluviais, prejudicando o escoamento natural da água e provocando alagamento.
  • evite áreas de inundação e encostas;
  • coloque móveis ou estoques em lugares altos, caso more ou tenha comércio em áreas sujeitas à alagamentos e inundação;
  • no trânsito, mantenha distancia do veículo a sua frente (cerca de dez metros);
  • em caso de aquaplanagem – quando o veículo derrapa numa lamina d’água -, mantenha as duas mãos no volante e a direção firme, retire o pé do acelerador e não pise nos freios.
  • crianças não devem brincar em pontos alagados ou córregos devido ao risco de serem arrastadas pela correnteza ou contrair doenças, como hepatite e leptospirose.