Qualificação de agentes públicos

Equipe da Guarda Civil Metropolitana é capacitada pelo projeto João PessoaS – cidade inclusiva e diversa

04/07/2022 | 14:30 | 438

A equipe do teatro de fantoches da Guarda Civil Metropolitana, que é vinculada à Secretaria de Segurança Urbana e Cidadania (Semusb), está passando por uma capacitação do projeto ‘João PessoaS – cidade inclusiva e diversa’, que objetiva qualificar agentes públicos para a prevenção e o enfrentamento à violência, discriminações e fobias sofridas pelas populações mais vulneráveis: mulheres, população LGBTQIAP+, afrodescendentes, populações tradicionais, pessoas com deficiência, migrantes e refugiados (as), dentre outras.

O projeto ‘João PessoaS – cidade inclusiva e diversa’ trata-se de uma Cooperação Técnica entre o Município e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e envolve a Unidade Executora do Programa João Pessoa Sustentável, a Secretaria Extraordinária de Políticas Públicas para as Mulheres (SEPPM) e a Secretaria de Segurança Urbana e Cidadania. Há também a parceria com a Coordenadoria de Promoção à Cidadania LGBT e Igualdade Racial, Coordenação da Pessoa com Deficiência e com a ENAEP- Entre Nós – Assessoria, Educação e Pesquisa em Gênero e Raça.

Para trabalhar com a equipe do teatro, o projeto convidou o ator e dramaturgo paulista Sérgio Pires, que tem 32 anos de atuação nas artes e também carrega na bagagem experiências em gestão pública. “O ponto mais positivo do projeto é ter a linguagem do teatro como ponte para uma relação entre segurança e educação. Os servidores que trabalham com os fantoches desenvolvem enredos voltados para a prevenção ao suicídio, respeito a identidade de gênero, violência contra a mulher, conscientização no meio ambiente e no trânsito, entre outros. Eu estou muito feliz com o crescimento destes servidores como profissionais e, sobretudo, como seres humanos”, afirmou o instrutor da capacitação.

Ainda de acordo com o dramaturgo, o trabalho do ator é de propiciar ao expectador uma leitura mais simbólica do mundo, trazendo mais compreensão e interpretação de quem está acompanhando o espetáculo. A capacitação teve início no dia 26 de maio e acontece semanalmente de forma virtual.

“É um projeto educativo, de prevenção e enfrentamento a todas as formas de violência e discriminação e, com a equipe do teatro de fantoches, o olhar é diferenciado, visto que as equipes trazem as temáticas na grande maioria das apresentações para a criançada. Nós trabalhamos para desmistificar a imagem do Guarda, aproximando as crianças dos nossos servidores e, assim, facilitando a educação com a segurança preventiva”, pontuou João Almeida, secretário de Segurança Urbana e Cidadania da Capital.

João Pessoa Sustentável – O Programa, orçado em 200 milhões de dólares, está previsto para ser executado até 2024. São 60 ações voltadas para a redução das desigualdades, modernização dos instrumentos de planejamento urbano, da prestação de serviços e da administração pública e fiscal. Por meio do João Pessoa Sustentável, parceria celebrada entre a Prefeitura Municipal e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), a população pessoense terá mais dignidade e qualidade de vida, especialmente as que vivem em área de risco.