Valorização

Formação, qualificação, avanço tecnológico e melhorias nas unidades de ensino marcam o Dia Internacional da Educação

28/04/2022 | 07:00 | 304

A Rede Municipal de Ensino de João Pessoa vem passando por uma grande transformação desde o ano de 2020. Melhorias nas unidades de ensino, entrega de equipamentos tecnológicos para professores e alunos, formação continuada, seleção de cuidadores, entre outras ações feitas pela Prefeitura de João Pessoa, marcam nesta quinta-feira (28) o Dia Internacional da Educação.

“Esse é um dia que possamos pensar e avaliar todo o trabalho que vem sendo realizado na Rede não só como gestão, mas também como profissional da Educação, que é isso que nós professores da área fazemos. Sabemos que ainda temos muito o que fazer, porque pegamos uma Rede com a infraestrutura desmontada. Das 100 escolas que nós temos, 45 estavam com reformas paralisadas. Já temos 32 com a reforma retomada e já já chegaremos as 45”, disse a secretária da Secretaria de Educação e Cultura de João Pessoa (Sedec-JP), América Castro.

Dessas 45 unidades, três já foram devolvidas para a comunidade escolar: Escola Municipal Ruy Carneiro, Oscar de Castro e Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental Deputada Antônia Lúcia Navarro Braga.

Tecnologia de ponta – Dentro do campo da informatização nas unidades de ensino o prefeito Cícero Lucena vem implantando um novo parque tecnológico na Rede Municipal.

As escolas e Centros de Referência de Educação Infantil (Creis) estão recebendo novos computadores de mesa, mais modernos, o que vai ajudar nos procedimentos dos trabalhos nas secretarias.

Esses computadores contam com processadores de última geração, mais rápidos. Todos usarão o sistema de internet Wi-fi. Todo o armazenamento será no princípio de HD SSD, que é um novo sistema de armazenamento de dados mais rápido. Os computadores também virão com o pacote Office Educacional e o Windows 10.

Valorização – Os profissionais que fazem o dia a dia nas escolas também têm o reconhecimento da gestão. Estão sendo entregues 4 mil Chromebooks para professores prestadores efetivos, professores, gestores escolares e especialistas e diretores de unidade de ensino. As escolas também estão sendo contempladas com 9 mil Chromebooks para os laboratórios.

Chromebooks são laptops apropriados para a educação, pois possuem bateria com maior autonomia, resistência a impactos e atendem aos comandos de forma mais rápida.

Conectado com o estudo – A parte presencial do ensino/aprendizado do alunado anda lado a lado com o ensino virtual. Foi pensando nisso que o prefeito iniciou a entrega de 4.600 tablets para estudantes do 6º ao 9º ano da Rede Municipal de Ensino. 

A distribuição inicial priorizou os estudantes de escolas que estão fechadas para reforma e que, por isso, continuam tendo aula apenas de forma remota. Nesta segunda etapa, a equipe da Sedec vai em cada uma das unidades para garantir a entrega.

Além dos equipamentos aos estudantes recebem um chip com internet de 20 GB e WhatsApp ilimitado para que possa trocar informações com os professores.

Qualificação – A gestão está sempre buscando melhorias para os profissionais da Educação. Em 2021 retomou a Jornada de Formação de Educadores Municipais (Jofem), que foi criada na primeira gestão de Cícero Lucena, e fez uma verdadeira revolução na Educação de João Pessoa com importantes conquistas para alunos e professores. 

Participam professores, especialistas, readaptados e gestores das escolas e Centros de Referência de Educação Infantil (Creis) da Rede Municipal de Ensino de João Pessoa.

Os participantes assistem a palestras sobre práticas docentes, tecnologias digitais no presente e no futuro da escola, saúde e educação em tempos de pandemia, e indagações curriculares e pedagógicas, entre outras abordagens.

Respeito – A Sedec realizou um Processo Seletivo Simplificado para a contratação de 400 cuidadores voluntários. Com isso, acaba o fim da espera para um aluno da Rede que tenha alguma deficiência ou com alguma necessidade especial de ficar em casa aguardando um cuidador para ter o direito de estudar. 

Os cuidadores voluntários vão auxiliar diretamente o estudante que possua qualquer deficiência física, intelectual, transtorno global do desenvolvimento e altas habilidades e superdotação, assistindo-o quanto aos cuidados básicos de alimentação, higiene, locomoção, recreação e organização das condições do ambiente escolar, para realização das atividades escolares orientadas pelo professor.