Nesta sexta-feira

Funjope abre exposição ‘Investigações de Si’, da artista Trexy, no Hotel Globo

02/05/2024 | 07:30 | 178

A Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) abre, nesta sexta-feira (3), a exposição ‘Investigações de Si’, da artista Trexy, a partir das 16h. A mostra, que acontece no Hotel Globo, faz parte do edital de ocupação do equipamento e segue até 02 de junho.  

“É uma felicidade para todos nós, da Prefeitura de João Pessoa, manter acesa essa força das artes no processo de ocupação do Centro Histórico. Nós temos, no Hotel Globo, duas belíssimas galerias de artes, que sempre estamos ocupando. Uma delas, usada agora pelo Celeiro Criativo, e a outra nós damos um uso de ocupar a partir de editais da Funjope”, observa o diretor executivo da Fundação Cultural, Marcus Alves.  

Ele afirma que é muito importante para a Fundação essa política de dar visibilidade às artes na cidade de João Pessoa. “A partir da arte, conseguimos dinamizar a vida em todo um território, como é o caso do Centro Histórico. Com a exposição da Trexy não é diferente. Nós caminhamos para o fortalecimento desse processo de reocupação do Centro Histórico”, constatou.  

Brincando com o grotesco, Trexy apresenta, nesta exposição individual, uma série de manipulações virtuais que transitam entre o cômico e o incômodo.  

Enquanto artista, ela explora questões relacionadas à corporeidade e identidade, usando como instrumento o incômodo, gerando fissuras e quebras capazes de acessar questões continuamente encobertas. Trabalha com manipulação virtual, fotografia, performance, fotoperformance, desenho, poesia, literatura, arte digital, impressão e escultura.  

A autora, que tem bacharelado em Artes Visuais pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), é mestranda em Artes pelo Programa de Pós-Graduação em Artes da Universidade Federal do Ceará (PPGARTES-UFC).  

Trexy faz parte do coletivo cultural Fuzz e trabalha com produção cultural e conservação de acervos artísticos. Participou da Residência Educativa e Artística de Si (Porto Alegre RS, 2020), e Movimento Arapuca (Conde PB, 2021).  

Possui duas obras no acervo da Pinacoteca UFPB e participou da exposição coletiva internacional ‘The Last Off-Site Show On The Earth At Plague Space and Everywhere’ (Krasnodar Rússia, 2023).  

Pular para o conteúdo