Parceria

Funjope e Sindicato dos Guias de Turismo se unem para incrementar visitações em equipamentos culturais

20/09/2021 | 20:30 | 336

Nesta segunda-feira (20), a Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) e o Sindicato dos Guias de Turismo da Paraíba (Singtur) se reuniram para discutir um plano de organização e acolhimento ao turista na cidade. A ideia é promover visitas organizadas e orientadas nos equipamentos da Prefeitura de João Pessoa para visitantes e moradores.

A reunião faz parte de um plano da Funjope de trabalhar de maneira integrada com o setor turístico. “Nós já tínhamos pensado nisso, inclusive com a Secretaria de Turismo, e estamos dando forma. Criamos um roteiro cultural e turístico no Centro Histórico que envolve esses equipamentos. Agora estamos formulando uma linha de atuação para ofertar aos turistas uma boa programação cultural”, disse o diretor executivo da Funjope, Marcus Alves.

Os equipamentos são a Casa da Pólvora, Hotel Globo, Casarão 34 e Pavilhão do Chá, cujos coordenadores também participaram da reunião, assim como Marcus Alves, e o presidente do Singtur, Pablo Robério. “Achei fantásticas as sugestões apresentadas nos equipamentos. Acredito que isso vai levar um atrativo melhor para os turistas e os moradores”, avaliou Pablo Robério.

“O trabalho da Funjope já existe e agora nós vamos passar essas informações aos guias para que eles possam levar ao conhecimento dos turistas e, consequentemente, gerar uma maior visitação a esses locais”, acrescentou Pablo. Ele entende que é preciso aproveitar o potencial para gerar benefícios para a cidade porque, quando o turista vem, visita, consome, ajuda a gerar emprego e investe na economia local, contribuindo para o desenvolvimento da cidade.

“Estamos com grandes expectativas. As pessoas que estão à frente da Funjope são do meio, já vivenciam essa questão da arte, da cultura. Tem tudo para dar certo”, afirmou Pablo Robério. Para ele, o que falta agora é fazer a parceria também com o trade turístico, com os hotéis onde os turistas se hospedam, as agências que ajudam na divulgação lá fora, com todos os segmentos do trade. “Espero que essa parceria dê muito fruto para conseguirmos divulgar mais e fazer crescer o turismo na cidade”, completou.

Centro Cultural Parque Casa da PólvoraCenário para exposições e para o Festival Barril de Cultura, o espaço está com a exposição do artista visual Luiz Barroso aberta até 03 de outubro. A visitação é das 9h às 17h, de segunda a sexta e, aos sábados e domingos, das 14h às 16h.

Hotel Globo – A exposição ‘João Pessoa em Linhas e Cores’ está em cartaz até 30 de setembro, envolvendo pinturas, desenhos e esculturas criados por artistas com raízes nas mais diferentes tradições e linguagens da arte. O espaço também abriga o projeto ‘Sol Maior’, às quintas-feiras.

Casarão 34 – A exposição ‘Árvore Genealógica’, da artista visual Natália Araújo está aberta à visitação até 1º de outubro. O trabalho faz uma abordagem sobre a questão da diáspora negra. A visitação é de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

Pavilhão do Chá – O Pavilhão do Chá foi o ambiente, há poucos dias, de duas edições do projeto ‘Rota das Letras’, que contou com uma série de atrações culturais, como exposições, feira de livros e artesanato, contação de histórias, debate literário, oficina e cultura popular.

Saúde – Os equipamentos da Prefeitura de João Pessoa fazem parte de um projeto cultural de perfil turístico. Em todos, a entrada é gratuita, mas é exigido o uso da máscara e o distanciamento, obedecendo aos protocolos de saúde.