‘Somos Capazes’

Funjope lança projeto de inclusão pela arte em parceria com Sedec, APA e Funad

30/11/2021 | 15:00 | 240

A Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) realiza, nesta quinta-feira (2), o projeto ‘Somos Capazes – Inclusão pela Arte’, no Centro Cultural de Mangabeira Tenente Lucena, no bairro de Mangabeira. A ação começa às 18h e, como o próprio nome sugere, tem a intenção de promover a inclusão. Essa iniciativa conta como o apoio da Prefeitura da Capital, através da Secretaria de Educação do município, envolvendo entidades que atuam com autistas.

Entre os parceiros, estão a Fundação Centro Integrado de Apoio à Pessoa com Deficiência (Funad), que realiza o acompanhamento de pessoas com algum tipo de deficiência, e a Associação Paraibana do Autismo (APA) que atua nos cuidados a pessoas com autismo.

O diretor executivo da Funjope, Marcus Alves, explicou que o projeto ‘Somos Capazes’ é um momento em que a Funjope começa a dedicar atenção especial às crianças e aos adultos que têm deficiência, seja física ou cognitiva. “Nós queremos, com essa ação, promover um processo de inclusão pelas artes. Estamos nos inserindo num movimento nacional e mundial de uma arte inclusiva”, afirmou.

O projeto nasceu de uma série de conversas com mães e pais de crianças autistas, e o trabalho acontece em várias frentes, mas o principal, segundo Marcus Alves, é garantir para essas crianças que, a partir de agora, a Funjope vai criar uma agenda permanente, sistemática de atividades culturais, começando dia 2. O compromisso é que, ao longo de 2022, sejam desenvolvidas diversas atividades, como a criação de um coral de cadeirantes e envolver as crianças em exposições e apresentações musicais.

Programação – A programação é diversificada, incluindo música, sarau de poesia, mostra de artistas plásticos e teatro. A cerimônia de lançamento será às 18h20, e o evento conta com a apresentação de um duo com a cantora Carolina Vieira e o tecladista Beto Melo, às 19h.

Na lista de atividades, há também um sarau de poesia, às 19h30, com a participação de Ronaldo Barbosa, Eliane Nascimento, Renata Theobald, Mazilda Monteiro, Hermano Almeida. Está prevista ainda uma intervenção artística com os artistas plásticos Taty Oliveira e Alex Dias Moura, que são autistas, e as crianças da APA vão cantar a música ‘Somos Capazes’ e ‘Tá Beleza’.

Para encerrar, às 20h se apresenta o grupo ‘Tá Blz’, com Nik Fernandes e Jhony Fernandes, que é autista. O ‘Tá Blz’ é direcionado ao público infantil autista. Os convidados são o Capitão América (Animonteiro), Palhaço Biscoito, palhaça Kika e DJ Mr. Luck, além do palhaço Baba Baby e dos personagens Cherry e Leo.

“Muitas vezes, os autistas não participam de eventos não é porque não gostam, mas porque não têm acesso. E este é um projeto inclusivo, direcionado ao público com alguma deficiência”, destacou Nik Fernandes, que é mãe de autista, trabalha pela causa há 28 anos, e participou da elaboração do projeto ‘Somos Capazes’.

Ela lembrou que a iniciativa vai constar no calendário cultural de João Pessoa e haverá sempre uma ilha inclusiva em festas como a das Neves, Carnaval, São João. E destacou ainda que as pessoas com deficiência têm potenciais. São autistas que se tornaram desenhistas, fotógrafos, compositores, bateristas, cantores.

“Acima de tudo, gostaria de agradecer ao diretor executivo da Funjope, Marcus Alves, por ser um gestor humanizado e ter um olhar diferenciado em relação ao autista e às pessoas com algum tipo de deficiência”, comentou.

Saúde – Em razão dos cuidados com a saúde, diante ainda da pandemia da Covid-19, todas as atividades realizadas pela Funjope terão público reduzido e o uso da máscara é obrigatório.