Assistência especializada

Hospitais da rede municipal de João Pessoa realizam mais de 17,8 mil atendimentos mensais

02/07/2022 | 14:00 | 264

Neste sábado (2), quando se comemora o Dia dos Hospitais, as cinco instituições da rede municipal de João Pessoa realizam juntas mais de 17.800 atendimentos por mês, beneficiando tanto a população pessoense, quanto de outros 206 municípios pactuados com a rede. 

Complementando a assistência prestada pela atenção básica e especializada do Sistema Único de Saúde (SUS) da Capital, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) garante a assistência hospitalar com uma rede composta por cinco instituições distribuídas pela cidade. 

Dentro da rede hospitalar, a SMS mantém o Complexo Hospitalar de Mangabeira Governador Tarcísio Burity (Ortotrauma), Hospital Municipal Santa Isabel (HMSI), Hospital Municipal Valentina (HMV), Instituto Cândida Vargas (ICV) e Hospital Municipal Prontovida. Juntos, possuem 848 leitos, sendo 123 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 716 enfermarias. 

“Em João Pessoa dispomos de uma rede hospitalar completa e complexa e isso é de grande relevância para a população pessoense, uma vez que prestamos assistência de forma integral, de acordo com a necessidade de cada um, sempre visando a sua melhoria, na prevenção de doenças e promoção da saúde”, destaca o secretário de Saúde de João Pessoa, Luis Ferreira.

De janeiro até junho deste ano, os hospitais municipais já realizaram 106.902 atendimentos. Entre esses está o caso de de Júlio César, de cinco anos, atendido no Hospital Valentina. Para a mãe, Cristiane Felix, a assistência recebida na unidade foi fundamental para a recuperação da criança. 

“Meu filho precisou fazer uma cirurgia e desde o momento que chegamos fomos muito bem atendidos, toda a equipe, desde a recepção até a equipe médica, sempre muito atenta e cuidadosa conosco e, tenho certeza, que isso influenciou na recuperação de Júlio que foi tranquila”, conta Cristiane.

Conheça o perfil de cada unidade hospitalar da rede municipal:

Complexo Hospitalar de Mangabeira Governador Tarcísio Burity (Ortotrauma) – É o hospital de urgência e emergência em ortotraumatologia, urgência cirúrgica, urgência clínica e urgência psiquiátrica. É referência em cirurgia de áreas abaixo do cotovelo e abaixo do joelho, conforme pactuação firmada com o Ministério da Saúde. Além disso, também realiza pequenas cirurgias sem internamento, consultas, exames laboratoriais e por imagem.

Hospital Municipal Santa Isabel (HMSI) – É um hospital porta fechada e referência em cirurgias especializadas de alta e média complexidade eletivas. Possui 26 especialidades médicas onde 20 realizam atendimentos regulados, e as demais são exclusivas para pacientes internos. No HMSI são realizados em média três mil atendimentos mensais. 

Hospital Municipal Valentina (HMV) – Referência no atendimento pediátrico, ambulatorial e de urgência, conta com uma equipe multiprofissional para atender os pacientes.  Ao todo, a unidade hospitalar possui 70 leitos e realiza uma média de cinco mil atendimentos mensalmente.

Instituto Cândida Vargas (ICV) – Maternidade referência em gestação de alto risco, atendendo os municípios de João Pessoa e da primeira região de saúde, sendo referência para atendimentos de casos de violência contra a mulher. No ICV, são realizados aproximadamente 500 partos ao mês. O instituto oferece uma série de serviços às usuárias, desde o acompanhamento pré-natal de alto risco, além de trabalhar na realização de partos e diversos cuidados com a mãe e o recém-nascido. No complexo, o Banco de Leite Humano Zilda Arns ajuda crianças que necessitam de suplemento de leite materno.

Hospital Municipal Prontovida – Criado durante a pandemia, é o hospital de referência para atendimento dos casos de Covid-19, além de funcionar como retaguarda para as portas de urgência, atendendo casos clínicos em geral tanto da Capital, como de outros municípios, sempre de forma regulada.

Rede Municipal de Saúde – A Secretaria de Saúde de João Pessoa, para garantir a atenção integral, presta assistência em três níveis de atenção, sendo a básica, especializada e hospitalar, além de contar com uma rede conveniada que reforça a assistência prestada. 

Na rede pré-hospitalar, a SMS dispõe do Serviço Móvel de Urgência (SAMU – 192) e quatro Unidades de Pronto Atendimento (UPA). Juntas possuem 65 leitos de estabilização, divididos em ala verde, amarela e vermelha, realizando mais de 1.200 atendimentos. 

Além de garantir assistência aos residentes da Capital, a SMS ainda atende, por meio de pactuação, usuários dos outros 222 municípios do estado. Para atendimento em qualquer que seja o serviço de saúde da rede municipal, é necessário o usuário possuir o Cartão SUS.