Nesta quinta-feira

Hospital Santa Isabel realiza ação de higienização das mãos e inicia campanha ‘adorno zero’

18/05/2022 | 16:00 | 385

A Prefeitura de João Pessoa, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), realiza, nesta quinta-feira (19), uma ação alusiva ao Dia Mundial de Higienização das Mãos e implantação da campanha ‘adorno zero’. A ação, promovida pelo Núcleo de Segurança do Paciente (NSP) e pela Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) do Hospital Municipal Santa Isabel (HMSI), acontece às 7h no hall de entrada da unidade hospitalar.

De acordo com a médica intensivista Cyntia Woitexen Campos, coordenadora do Núcleo de Segurança do Paciente, a ação tem como meta aumentar a adesão à higiene das mãos pelos profissionais de saúde. “A higienização das mãos é uma meta de segurança internacional e o objetivo dessa ação é aumentar a adesão pelos profissionais de saúde, protegendo assim, os pacientes e profissionais contra infecções”, afirmou.

A médica infectologista Larissa Negromonte, que coordena a Comissão de Controle de Infecção Hospitalar do Hospital Santa Isabel, declara que a higienização das mãos é um ato simples e que salva vidas quando executado com a técnica adequada. “Ao higienizar as mãos com água e sabão ou álcool em gel a 70%, é reduzida a presença de bactérias na pele do profissional de saúde, reduzindo o risco de contaminação das feridas dos pacientes ou de seus dispositivos invasivos, tais como acesso venoso, sonda vesical, entre outros”, ressalta.

De acordo com a enfermeira Aleqsandra Paula, que integra o NSP e a organização do evento, a ação também visa sensibilizar, além dos profissionais de saúde, todos os colaboradores do hospital, pacientes e acompanhantes, para a adoção das medidas, higienização das mãos e evitarem adornos, contribuindo assim para a diminuição dos riscos de infecção hospitalar.

Especialistas recomendam que as mãos devem ser lavadas antes do contato com o paciente; antes da realização de procedimento asséptico; após risco de exposição a fluidos corporais; após contato com o paciente e após contato com áreas próximas ao paciente.

‘Adorno zero’ – Durante a ação será iniciada no Hospital Santa Isabel a campanha ‘adorno zero’, que incentiva os profissionais, pacientes e acompanhantes a não usarem, na unidade hospitalar, anéis, alianças, brincos, relógios, pulseiras e colares, entre outros itens, para prevenir infecções. A campanha reforça as diretrizes contidas na Norma Reguladora 32 (NR 32).

A médica intensivista Larissa Negromonte informa que para adequada higiene das mãos é necessário que os profissionais de saúde retirem seus adornos, como anéis, pulseiras, relógios, para que a sujidade não fique contida nesses objetos, pois podem representar um abrigo para bactérias e outros agentes infecciosos. “De modo geral, os adornos não devem ser utilizados nos serviços de saúde por seus profissionais, conforme regulamentado pela NR-32”, complementa.