Gastos com a Covid-19

João Pessoa é a primeira colocada no ranking da Transparência Internacional pela 4ª vez

01/09/2020 | 11:17 | 545

Pela quarta avaliação consecutiva, a Capital paraibana é a melhor avaliada em dados referentes às contratações emergenciais, doações e medidas de estímulo econômico e proteção social

João Pessoa foi apontada pela quarta vez consecutiva como a Capital mais transparente do Brasil no ranking da ONG Transparência Internacional. O estudo, realizado mês a mês desde o início da crise de saúde provocada pelo novo coronavírus, mostra que a cidade continua sendo a melhor avaliada em todos os 46 itens da pesquisa, que avalia a boa divulgação dos dados referentes às contratações emergenciais, doações e medidas de estímulo econômico e proteção social em tempos de pandemia. Os resultados referendam também outros estudos já divulgados em anos anteriores por órgãos de controle externo, que apontam a transparência pública como um dos pilares do modelo de gestão desenvolvido na cidade desde 2013.

“É motivo de muito orgulho e satisfação vermos que João Pessoa é pela quarta vez primeiro lugar no ranking da Transparência Internacional. Desde a divulgação do primeiro estudo deles, em maio, já nos posicionávamos na primeira posição e continuamos nos aprimorando, buscando melhorar cada vez mais, atualizando e modernizando nossa divulgação de dados no portal da transparência. Esse resultado é um reflexo do bom trabalho feito por toda a nossa equipe, que soube a hora certa para cada ação adotada, desde o endurecimento das ações de isolamento social quando necessário, como também a flexibilização, que vem ocorrendo de maneira gradual e com base na ciência”, afirmou o prefeito Luciano Cartaxo.

Para realizar o estudo, a instituição avaliou 46 itens dos portais da transparência dos 26 estados, Distrito Federal, das capitais e do Governo Federal. A metodologia foi ampliada nesta quarta edição do ranking e, além de analisar os dados sobre contratações emergenciais, também avaliaram as informações sobre doações efetuadas e recebidas, medidas de estímulo econômico e proteção social. A ONG Transparência internacional destaca que além de prejudicar o atendimento básico de saúde, a corrupção pode afetar também as tentativas dos governos de estimular a economia e ajudar as famílias em situação vulnerável. 

“Esse resultado demonstra o grau de preocupação da gestão com a correta aplicação dos recursos públicos e o nível que vem alcançando já de algum tempo com relação à transparência. É um resultado importante que consolida ainda mais nosso trabalho neste momento crítico e atípico de pandemia, que coroa este esforço coletivo que a gestão vem fazendo. E é importante enfatizar que várias adequações continuam sendo feitas no portal para sempre disponibilizar da melhor maneira possível as informações aos cidadãos”, afirmou o secretário de Transparência de João Pessoa, Bira Pereira.

A Controladora-Geral do Município, Regina Santos, parabenizou toda a equipe envolvida e afirmou que o novo ranking demonstra que João Pessoa é, de fato, uma cidade comprometida com a transparência. “Esse quarto resultado positivo reflete a superação dos próprios limites e o comprometimento com a transparência pública por meio do fomento ao controle social. O povo de João Pessoa está de parabéns, porque mesmo neste contexto desafiador que a gente ainda vive da pandemia, a cidade tem a execução da sua despesa e a receita que propicia esta execução plenamente acessível ao cidadão. E isso fortalece as atividades de controle por toda a população. É um trabalho que envolve muitas mãos, muitos servidores, e estão todos de parabéns”, declarou.