Campanha

João Pessoa sedia ato de vacinação contra a poliomielite e de multivacinação do Ministério da Saúde

09/08/2022 | 14:00 | 356

O município de João Pessoa sediou, nesta terça-feira (9), o ato de vacinação contra a poliomielite e da multivacinação do Ministério da Saúde para atualização da caderneta de vacinação de crianças de adolescentes. O evento aconteceu na Unidade de Saúde da Família (USF) Vila Saúde, no bairro Cristo Redentor, e contou com a presença do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

A campanha busca recuperar a cobertura vacinal de crianças e adolescentes que deixaram de tomar os imunizantes. A poliomielite está erradicada no Brasil, mas voltou a ser registrada em outros países e, por isso, é importante estar com o calendário de imunização em dia para evitar a reintrodução da doença no País. A vacina poderá ser administrada de forma simultânea às vacinas da Covid-19 a partir dos 3 anos.

De acordo com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, a meta da campanha é imunizar 95% das crianças menores de 5 anos de idade. “Precisamos vacinar as nossas crianças. Vamos trabalhar juntos para que a poliomielite não volte mais ao Brasil e também proteger contra o sarampo, rubéola e todas as doenças evitáveis por vacina”, afirmou.

Os imunizantes estão disponíveis, de segunda a sexta-feira, nas unidades de saúde da família (de 7h às 11h e de 12h às 16h), policlínicas municipais (de 7h às 17h) e no Centro Municipal de Imunização, no bairro da Torre (de 8h às 16h). Ao todo, são 18 tipos de vacinas previstas no calendário nacional de imunização. A vacina da pólio é destinada para crianças menores de 5 anos e a multivacinação é para crianças e adolescentes menores de 15 anos. A campanha se estende até o próximo dia 9 de setembro, sendo o dia 20 de agosto o Dia ‘D’ de mobilização nacional.

Além do ministro Marcelo Queiroga, o ato contou também com as presenças da diretora de Atenção à Saúde da Prefeitura de João Pessoa, Alline Grisi, da representante da Associação Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS), Socorro Gross, e do superintendente do Ministério da Saúde na Paraíba, Thiago Félix. “A Secretaria Municipal de Saúde vem fazendo esse chamamento para que os pais tragam as crianças para atualizarem seu cartão de vacinação, lembrando sempre que vacina salva e protege”, destacou Alline Grisi.

A pequena Aurora, de 2 anos de idade, foi uma das crianças vacinadas pelo ministro Marcelo Queiroga durante o evento. “Acho muito importante manter a vacinação dela em dia para ela estar sempre protegida”, disse Alene Mayara, mãe da menina.

O aposentando Davi Batista também levou suas filhas Estela, 14 anos, e Elane, 10 anos, para atualizar o cartão de imunização. “Uma tomou a vacina contra a Covid-19 e a outra contra HPV. Era o que faltava pra ficar tudo em dia”, contou.

Para crianças estarão disponíveis os seguintes imunizantes: Hepatite A e B; Penta (DTP/Hib/Hep B), Pneumocócica 10 valente; VIP (Vacina Inativada Poliomielite); VRH (Vacina Rotavírus Humano); Meningocócica C (conjugada); VOP (Vacina Oral Poliomielite); Febre amarela; Tríplice viral (Sarampo, Rubéola, Caxumba); Tetraviral (Sarampo, Rubéola, Caxumba, Varicela); DTP (tríplice bacteriana); Varicela e HPV quadrivalente (Papilomavírus Humano). Para adolescentes: HPV; dT (dupla adulto); Febre amarela; Tríplice viral; Hepatite B, dTpa e Meningocócica ACWY (conjugada).

No Brasil, desde 2015, tem sido detectada uma progressiva queda das coberturas vacinais, podendo levar à reintrodução da pólio no País. Este cenário foi intensificado no contexto da pandemia de Covid-19. De acordo com informe técnico do Ministério da Saúde, em 2015, a Paraíba tinha cobertura vacinal de 96,1% das crianças menores que 1 ano de idade. Em 2021, esta cobertura caiu para 68,4% das crianças na mesma idade. No estado, deverão ser vacinadas 284.230 mil crianças até os 4 anos.