Desenvolvimento Social

Luciano Cartaxo anuncia novos leitos para acolher população em situação de rua a partir deste sábado

18/04/2020 | 12:44 | 971

Um dia depois de ampliar a oferta de refeições nas escolas, passando a beneficiar 35 mil estudantes, e de garantir os postos de trabalhos de 2.200 profissionais do transporte público, a Prefeitura Municipal de João Pessoa vai oferecer, a partir deste sábado (18), novos leitos para pessoas em situação de rua. O prefeito da capital, Luciano Cartaxo, informou que serão oferecidos 26 leitos de acolhimento, totalizando 46 já entregues junto com o novo Centro POP 24h, aberto na última semana. O poder público municipal também assegurou auxílio-aluguel para famílias que viviam nas ruas, beneficiando aproximadamente 200 pessoas.

Os 26 novos leitos serão oferecidos em espaços de acolhimento da Prefeitura de João Pessoa. Deste total, 18 irão funcionar na Casa de Passagem Familiar e outros 8 serão disponibilizados na Casa de Acolhida para Adultos. Os locais possuem camas, banheiros, cozinha, refeitório e áreas de convivência. As pessoas em situação de rua serão acompanhadas por psicólogos e assistentes sociais e receberão kits de proteção, com máscara e álcool em gel, sempre que precisarem se deslocar.

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, reforçou que outras medidas estão sendo adotadas, como a oferta de refeições gratuitas, em recipientes higienizados, disponibilizadas nos restaurantes populares e nas cozinhas comunitárias. “Reforçar a rede de saúde e manter medidas de isolamento social são essenciais no combate ao novo coronavírus. Mas o poder público precisa atuar de forma permanente para suprir as dificuldades de quem está em maior condição de vulnerabilidade. As pessoas em situação de rua estão incluídas neste planejamento, com ações efetivas que chegam para acolher e proteger”, disse o prefeito Luciano Cartaxo.

Mais cobertura – A Prefeitura de João Pessoa também reforçou a ação dos programas Ruartes e o Consultório de Rua, aumentando o número de consultas e de atendimentos às pessoas em situação de vulnerabilidade social e econômica. As ações são coordenadas pela Secretaria de Desenvolvimento Social. “É um conjunto integrado de serviços, que envolve segurança alimentar, prevenção à saúde e acompanhamento psicossocial. Outras estão sendo planejadas para aumentar, ainda mais, a cobertura oferecida pela administração municipal”, explicou o secretário de Desenvolvimento Social Diego Tavares.