Arte e cultura

Mês de março começa com muitas atrações para as famílias na programação do AnimaCentro

01/03/2020 | 20:53 | 792

O mês de março começou com diversão para a criançada e as famílias no Parque da Lagoa, apresentações circenses na Praça da Independência e show no Centro Cultural Casa da Pólvora. Todas as apresentações fazem parte do projeto AnimaCentro que é gratuito para a população e é uma iniciativa da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio da sua Fundação Cultural (Funjope).

Max Medeiros reuniu a família e foi para o Parque da Lagoa, na Praça Pedra do Reino, assistir o espetáculo ‘O Camaleão Musical’, encenado pelo cantor, compositor e violonista Henrique Ornellas. Além de músicas autorais ele também cantou composições de Toquinho, Gilberto Gil e Jackson do Pandeiro.

“Esse projeto é uma iniciativa muito boa e em locais agradáveis para as famílias. Aqui no Parque da Lagoa minhas filhas estão em contato com a cultura e com a natureza. Elas estão adorando e não param de prestar atenção”, disse Max.

‘O Camelão Musical’ conta a história de um camaleão que, passeando pela floresta, encontra os amigos sapo e pica pau para cantar, dançar e aprender. A peça aborda temas como amizade e preservação da natureza, além de valorizar ritmos brasileiros.

Já na Praça da Independência o espetáculo ficou por conta da  Cia de Teatro e Circo Lua Crescente. O grupo, que conta com a com direção e atuação de Kleber Marone apresentou o espetáculo ‘Circo do Cara de Clown’, onde o irreverente palhaço Espoleta tem o seu circo de um homem só. Além de ser o palhaço do seu circo, Espoleta também é malabarista, equilibrista, mágico e engolidor de fogo.

“O mais bacana de tudo isso é que não é feito só para as crianças, mas toda a família. É uma coisa mais cultural e nós temos que participar”, explicou a empreendedora Luciana Alves.

No Centro Cultural Casa da Pólvora a festa ficou por conta da banda ‘Os Eloquentes’ que levou muito reggae e pop no repertório com músicas autorais do EP “Acredito” e outras como “Peço que o amor possa nos curar”, single lançado na semana passada com a participação de Lucy Alves, além de composições inéditas.

A banda é formada pelos paraibanos Cíntia Peromnia (vocal) e Felipe Francis (violão) e pelo paulistano Bira Magalhães (vocal e percussão).

  • Texto: Secom-JP
    Edição: Neide Donato
    Fotografia: Dayse Euzébio

  • Secretarias

    funjope
  • Tags

    AnimaCentro