Estrutura reativada

Moradores dos Funcionários I voltam a contar com atividades no CRJ

10/02/2021 | 10:54 | 198

Os moradores do bairro dos Funcionários I voltaram a ter acesso à atividades esportivas e de lazer com a reativação do Centro de Referência de Juventude (CRJ). O local está entre as estruturas que a Secretaria de Esportes de João Pessoa (Sejer) está visitando e realizando mudanças nos prédios. A retomada das atividades nos Funcionários ocorreu nesta terça-feira (09), com atendimentos na Praça Lauro Wanderley, em frente ao prédio, para evitar aglomeração.

Moradores contaram com atendimentos de nutrição e fisioterapia

 
“Fiquei muito satisfeito com a procura da população pelo trabalho que vai começar a ser desenvolvido. Tivemos nutricionista e fisioterapeuta conversando com as pessoas e analisando as necessidades de cada um. Além disso, profissionais de educação física fizeram exercícios com um treino funcional e acompanharam algumas pessoas na caminhada e na corrida. Conseguimos também agregar o pessoal da aula de dança e também das artes marciais e do skate. Foi o pontapé de um trabalho que será espalhado por alguns bairros de João Pessoa nos outros CRJs, como Alto do Mateus e Mangabeira”, comentou o Secretário de Esportes, Kaio Márcio.


Antes das atividades no CRJ do Funcionários I, Kaio Márcio aproveitou para conhecer a estrutura dos outros centros espalhados pela cidade: Alto do Mateus, Valentina, Mangabeira e Rangel. “Os CRJs estão com a estrutura bem defasada. Vamos precisar reformar por completo. Porém, a gente consegue iniciar em uma ou duas salas as atividades. O de Mangabeira é o que se encontra em melhor estado. Já nos Funcionários I, a gente precisou deslocar a nossa equipe de limpeza da secretaria para organizar tudo”, explicou.

Reativação do CRJ dos Funcionários contou ainda com atividades de esporte e lazer



O secretário lembrou ainda que não serão apenas os CRJs que vão ser beneficiados com profissionais de educação física, por exemplo. As praças espalhadas por João Pessoa também devem contar com professores em breve.


“Sobre as praças, além das reformas necessárias que precisam ser feitas, encontrei um número grande de pessoas fazendo atividades físicas, mas sem o direcionamento adequado. Queremos ter um educador físico à disposição nas praças para que a população tenha uma prática de melhor qualidade”, concluiu.