Dados técnicos e impactos econômicos

Prefeitura cria Radar de Inteligência da Economia do Turismo de João Pessoa

28/06/2022 | 20:00 | 186

Dados e indicadores são cruciais para subsidiar políticas públicas, programas e ações para o setor de Turismo. Pensando nisso, a Prefeitura de João Pessoa, por meio da Secretaria de Turismo (Setur), lançou, nesta terça-feira (28), o Radar de Inteligência da Economia do Turismo (RIET) da capital paraibana. A ferramenta reunirá informações trabalhadas pela Setur e os dados e indicadores técnicos serão apresentados ao mercado turístico da cidade, através de publicações, painéis, boletins econômicos e anuários estatísticos.

O Radar de Inteligência é uma parceria entre a Prefeitura de João Pessoa com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e o Centro Estratégico de Inovação Territorial de Portugal e será focado no mercado, integrando uma série de pesquisas técnicas para identificar os impactos, comportamento e perfis econômicos que auxiliarão empresários, gestores públicos, empreendedores e o trade turístico.

“Os resultados ajudarão o nosso destino e os demais órgãos ligados ao Turismo a criar uma linha de ação focada nas necessidades da economia do turismo”, explica o secretário de Turismo de João Pessoa, Daniel Rodrigues, que vai mais além e considera que, desta forma, se projetarão cenários futuros para maior qualificação do setor.

O radar vai disponibilizar acesso aos resultados das sondagens empresariais que irão ser desenvolvidas pelo órgão municipal de turismo. O objetivo será avaliar o desempenho dos segmentos, reunindo informações para monitoramento de indicadores como número de empregados, faturamento das empresas e demanda por serviços. Os dados são fundamentais para traçar o cenário que vive o segmento após o início da recuperação das atividades turísticas no país.

Para o secretário municipal executivo de Turismo e coordenador do Radar, Ferdinando Lucena, “a iniciativa vai criar subsídios para a construção de cenários estratégicos para o desenvolvimento turístico da Capital. As pesquisas irão auxiliar no trabalho que a Setur já desenvolve. A intenção é que com novos planejamentos para a realização de um turismo sustentável, a cidade possa ser mais competitiva e atrativa, não só para os turistas, mas para os pessoenses”, destacou.