Cuidado animal

Prefeitura de João Pessoa cadastra carroceiros e faz inspeção veterinária nos animais

09/08/2022 | 12:30 | 240

Williams da Silva Nascimento mora na comunidade Vale das Palmeiras, no Cristo. Ele é tutor de Branco há dois anos, um cavalo saudável e bem cuidado, que auxilia no trabalho de coleta de material reciclável. Branco é um dos animais que passou pela inspeção veterinária, promovida pela Secretaria de Meio Ambiente (Semam), na manhã desta terça (9), no estacionamento do Estádio Almeidão. O cadastro dos carroceiros e inspeção animal continua nesta quarta (10), das 13h às 17h, no campo do Paratibão, em Paratibe. Na quinta-feira (11) a ação continua e o local e horário ainda serão definidos.

Para Williams, a ação de inspeção e cadastro dos carroceiros é muito importante. “Além da orientação, a gente pode deixar claro que estamos fazendo a coisa certa. A inspeção diferencia quem tá fazendo a coisa certa de quem tá irregular”, concluiu.

Inspeção animal A Semam está coordenando o cadastro dos carroceiros de João Pessoa, em parceria com Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio do Centro de Controle de Zoonoses; Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur), Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedest) e Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob).

Os médicos veterinários Álvaro Magliano Júnior e Lillian Santos Moura, do Centro de Controle de Zoonoses, estão fazendo a inspeção veterinária dos animais, verificando as condições de saúde, aplicando vermífugo e antiinflamatório, quando necessário, e vacinando contra Influenza, tétano e encefalomielite. Também está sendo feita a microchipagem, que identifica os animais. A microchipagem traz todas as informações sobre as condições de saúde dos bichos. Além da inspeção, os médicos veterinários orientam os tutores sobre o uso correto dos apetrechos, para evitar que os equipamentos machuquem os animais.

Orientações sobre o trânsitoTécnicos da Semob estão adesivando as carroças com placas de atenção e faixas refletivas, que refletem a luz do dia ou dos faróis, possibilitando uma maior visibilidade dos veículos. Os técnicos também orientaram os carroceiros sobre a legislação de trânsito e os cuidados para evitar acidentes.

O secretário de Meio Ambiente, Welison Silveira, destacou que a ação é de extrema importância e envolve diversos aspectos. “Estamos lidando com a qualidade de vida e saúde dos animais, segurança das pessoas, mobilidade urbana e ainda com a sobrevivência de quem depende, de quem tira o seu sustento do trabalho com um veículo de tração animal. Sabemos que essa é uma questão complexa, mas nós estamos iniciando o diálogo com carroceiros, oferecendo possibilidades, para aqueles que desejarem, de iniciarem uma formação profissional”, concluiu.

Caso o dono da carroça manifeste o desejo de tentar outras opções de trabalho, ele será direcionado pela Sedest, que vai encaminhá-lo para cursos profissionalizantes, como pedreiro de reforma geral, pedreiro de alvenaria, pintor de obras imobiliárias, assentador de revestimento cerâmico, instalador hidráulico, costura e almoxarife.