Visita técnica

Prefeitura e UFPB vistoriam Barreira do Cabo Branco para definir diretrizes para início das obras de contenção da erosão

10/06/2022 | 12:30 | 338

Técnicos da Prefeitura de João Pessoa e da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) realizaram nesta sexta-feira (10), pela manhã, uma visita técnica, in loco, a Barreira do Cabo Branco para detalhar diretrizes para o início das obras de estabilização da falésia que sofre com a erosão ao longo dos anos.

Segundo o secretário de Planejamento do Município (Seplan), José William Montenegro, essa visita técnica é o pontapé inicial para as obras. “Na próxima segunda-feira, às 16h, voltaremos a nos reunir para dar continuidade as discussões e tomada de decisões. Outras reuniões acontecerão para definições e ajustes dos detalhes que possam surgir com a obra em andamento”, afirmou.

Conforme explicou, o próximo passo que a Prefeitura dará nesse processo será o de alargamento da faixa de areia (engorda), com início no ponto mais Oriental das Américas, no Seixas – Praça do Sol Nascente, até a segunda rua do Cabo Branco, nas proximidades da ladeira, seguindo depois para Manaíra, Caribessa e Bessa.

“A Prefeitura está tomando todos os cuidados necessários nesses detalhamentos. Já firmamos convênio com a UFPB e com universidades norueguesa e dinamarquesa que têm bastante conhecimento e experiência no assunto”, acrescentou.

Participaram da visita técnica a Barreira do Cabo Branco os secretários de Planejamento, José William Montenegro, da Infraestrutura (Seinfra), Rubens Falcão, e do Meio Ambiente (Semam), Wellison Silveira. Outro detalhe acertado pelo grupo é a busca por imagens antigas da Barreira e durante o tempo de desgaste, bem como de outras falésias pelo mundo para definir os modelos de recuperação mais usados e que se encaixem ao Cabo Branco.