Pela internet

Programa Apoio Universitário bate recorde de inscrições

25/05/2021 | 16:30 | 581

As inscrições para o programa Apoio Universitário deste ano bateram recorde, chegando ao total de 832 solicitações, conforme informado pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), responsável pelo benefício concedido pela Prefeitura de João Pessoa.

Este ano a inscrição foi realizada totalmente online, por meio de formulário digital, visando dar maior celeridade, praticidade e também segurança aos candidatos, que não precisaram se deslocar para preencher suas inscrições e entregar documentos. “Conseguimos implantar um processo melhor para todos. Os interessados não precisaram sair de casa e assim que a inscrição era feita, já iniciamos o trabalho para estudar se ela atendia aos critérios que estão publicados em edital”, destacou Ezequias Gonçalves, coordenador do programa.

Perfil – Outra vantagem do preenchimento do formulário virtual é a possibilidade de se ter um perfil sobre quem é o público que procura o benefício. Este ano, 62,7% dos interessados se identificam como do gênero feminino, 35,2% informaram que moram em imóvel alugado, 24,4% moram em imóvel cedido. Ainda relacionado à moradia, 51,7% moram em bairros populares, 23% em comunidades e 41,2% recebem o benefício do Bolsa Família.

Uma novidade dentro do benefício este ano é a distribuição que será feita pela Prefeitura de João Pessoa de chips de internet para que os alunos possam acompanhar as aulas com melhor qualidade e nesse tópico chama atenção que a maioria dos inscritos, (91,5%) tenha acesso à internet mesmo que 29,2% não tenham computador em casa. Os dados também mostram que 49,9% deles acessam a rede em seus lares, reforçando a tendência de uso do celular para este fim.

A dinâmica familiar é um dos aspectos que puderam ser quantificados, chamando atenção ao fato de que em 38,5% das inscrições a mãe é a pessoa responsável pelo sustento familiar, em 25% dos casos o próprio inscrito tem essa responsabilidade e o pai configura como provedor principal em apenas 18,5% das fichas inscritas.

“Com o suporte dos gráficos conseguimos ter uma melhor visão do todo e com certeza vamos utilizar os mesmos para definir caminhos que tragam ainda mais benefícios aos que precisam de um suporte para finalizar sua graduação e ter a chance de mudar seu futuro e de sua família”, destacou Felipe Leitão, secretário de Desenvolvimento Social.

Sobre o benefício – O Apoio Universitário é voltado para alunos do Ensino Superior em vulnerabilidade social que estejam matriculados em instituições públicas ou privadas, visando fornecer apoio financeiro para que possam viabilizar sua graduação. Um investimento de mais de R$600 mil anual com recursos próprios da Prefeitura.

Ao todo são 200 vagas, sendo 150 destinadas para alunos cujas famílias estão cadastradas no CadÚnico e são beneficiadas pelo Bolsa Família, outras 50 vagas são para selecionados que estejam inscritos no CadÚnico e a família não receba o Bolsa Família, além de 10% das vagas voltadas para pessoas com deficiência.

O resultado final, após recursos, será divulgado dia 30/06. Os contemplados terão entre os dias 01 e 15 de julho para cadastramento junto ao Bolsa Universitária e dia 30 de julho acontece a palestra obrigatória para os novos beneficiários.

Os estudantes que são contemplados com o Bolsa Família recebem o apoio municipal com o valor correspondente a um sexto do salário mínimo vigente (R$183,33). Já os que estão apenas no CadÚnico recebem o Apoio Universitário correspondente a um terço do salário mínimo vigente (R$366,66). A novidade este ano é que os alunos também receberão chips de internet para que possam acompanhar as aulas remotas com mais qualidade.