Nesta sexta e sábado

Representantes da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil iniciam seleção de alunos da Rede Municipal

19/08/2022 | 13:30 | 238

A Prefeitura de João Pessoa, por meio da Secretaria de Educação e Cultura (Sedec-JP), deu início na manhã desta sexta-feira (19), a segunda fase do processo seletivo com crianças da Rede Municipal de Ensino para estudar gratuitamente na Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, em Joinville, Santa Catarina. A seleção também acontece no turno da tarde e durante toda a manhã e tarde deste sábado (20).

A seleção está sendo feita por três representantes da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, no Centro Escolar Municipal de Atividades Pedagógicas Integradoras Arthur da Costa Freire (Cemapi), na Rua José Marcone Ramos da Silva, nº 101, em Mangabeira VIII.

O início do processo seletivo foi acompanhado de perto pela secretária de Educação, América Castro, que falou da parceria com a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil. “Hoje é um dia de muita alegria para todos nós que fazemos a Educação. Quando a gente traz benefício para vermos que o futuro dessa meninada de João Pessoa está garantido não podemos ter um sentimento diferente. Quero agradecer também por essa parceria sincera que teve início em 2004 e que, graças a Deus, pudemos continuar com o retorno de Cícero Lucena à gestão municipal”, disse América Castro.

Durante os dois dias vão participar da seleção 604 estudantes, dos 1.173 inscritos na primeira fase onde foram avaliados por profissionais de Educação Física, Dança e Artes da Divisão de Educação Física, Saúde e Esporte Escolar (Defise), da Sedec.

Nessa segunda etapa serão selecionados até 20 estudantes que vão viajar para Joinville e concorrer na etapa final com crianças de todo o Brasil, entre os dias 5 a 9 de outubro.

A coordenadora do Processo Seletivo do Bolshoi no Brasil, Sylvana Albuquerque, falou o que representa mais um ano de seleção na Capital. “João Pessoa é sempre um local de muita emoção para a gente por ser a primeira cidade que fizemos uma seleção fora de Joinville e isso foi no ano de 2004, quando o atual prefeito Cícero Lucena era o gestor naquele ano. É um projeto muito lindo porque quando temos um prefeito que acredita, como é o daqui de João Pessoa, é a pessoa dele, nem é o cargo que ocupa, é o que ele carrega dentro, toda a cidade também acredita. Essa semente é daqui para o Bolshoi, é daqui para crescer nas escolas. João Pessoa é especial”, disse com emoção.

Os três representantes da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil estão analisando postura, impulsão, flexibilidade, coordenação motora e algo que demonstre o interesse pela dança, embora as crianças não tenham experiência na área, o que é uma exigência do Bolshoi. 

A aluna da Escola Municipal Antônio Santos Coelho Neto, Atainá Matias Arruda, 10 anos, saiu do Cemapi bastante confiante. “A avaliação foi muito boa. Estou muito ansiosa para ser selecionada e poder ir para Joinville e encontrar os outros quatro alunos da Rede que foram selecionados no ano passado e hoje estão no Bolshoi”, falou com alegria.

Ao todo, foram visitadas na primeira etapa 100 escolas da Rede Municipal de Ensino para identificar os talentos dos estudantes nascidos em 2011, 2012 e 2013.