Nesta quinta

Secitec realiza nova live da série ‘Personalidades Acadêmicas’

05/05/2021 | 14:00 | 520

A Secretaria de Ciência e Tecnologia (Secitec) realiza nesta quinta-feira (6), mais uma live da série ‘Personalidades Acadêmicas’. A live será veiculada no canal do Youtube da Prefeitura Municipal de João Pessoa, às 19h, disponível neste link: https://youtu.be/hyoPB7l1Lr8

No episódio desta quinta, o diretor de Difusão Tecnológica da Secitec, Edvaldo de Vasconcelos, receberá o diretor do Centro de Informática da UFPB, Prof. Dr. Lucídio dos Anjos Formiga Cabral, para uma palestra sobre “Otimização em Sistemas Inteligentes aplicados à Saúde”. Os espectadores da palestra poderão adquirir o certificado de participação na plataforma EAD da Secitec, através do endereço: http://ead.secitecjp.com.br/, onde deverá ser informada a senha ao final da live.

Segundo o palestrante, um processo de otimização é entendido como uma ação de melhoria nos momentos decisivos, por exemplo: “na hora de distribuir tarefas para um grupo é necessário entender como cada um pode trabalhar melhor, e delegar a tarefa para a pessoa mais eficiente para esta ação. Neste sentido, a criação de sistemas informatizados inteligentes para agilizar o processo de distribuição de tarefas automaticamente”, disse o Prof. Dr. Lucídio dos Anjos Formiga Cabral.

Em instituições públicas ou privadas, os sistemas inteligentes podem melhorar bastante a qualidade da prestação dos serviços para a população, em diversos setores. No caso específico desta live, na área de saúde, os sistemas dão apoio integral na tomada de decisão dos gestores das políticas públicas em saúde, e consequentemente menos tempo é perdido com rotinas administrativas, fazendo com que os tratamentos e procedimentos sejam mais rápidos e efetivos.

Neste momento, da pandemia de Covid-19, as instituições de saúde precisam mais do que nunca agilizar processos dentro dos hospitais e unidades de saúde. Para o diretor Edvaldo de Vasconcelos, “este é um tema necessário para ser abordado agora, que as unidades de saúde e hospitais necessitam de ações rápidas e precisas para que vidas não sejam perdidas”, afirmou.