Alimento na mesa

Campanha de distribuição de peixes beneficia mais de 11 mil famílias carentes na Capital

01/04/2021 | 17:00 | 215

Cuidar da cidade e das pessoas. Foi dentro dessa filosofia que a Prefeitura de João Pessoa promoveu uma ação beneficiando mais de 11 mil famílias carentes em toda a cidade, cujo objetivo foi levar o peixe da Semana Santa a milhares de pessoas que estão em situação de vulnerabilidade. A ação é realizada em conjunto por diversas secretarias, com a coordenação da primeira-dama Lauremília Lucena.

A ação atendeu famílias carentes que moram em comunidades ou são atendidas pelo programa habitacional da Prefeitura. A secretária de Habitação, Socorro Gadelha, destacou que a distribuição dos peixes visa ajudar famílias que estão passando por momentos difíceis devido a pandemia, principalmente na questão alimentar. “Foi um esforço pessoal do prefeito Cicero Lucena, que nos deu a missão de fazer a distribuição nos residenciais construídos pela Prefeitura e também nas comunidades carentes”, comentou.

Nessa ação foram beneficiadas cerca de 3.600 famílias atendidas pela Semhab, mas a iniciativa beneficiou 11 mil famílias em toda a cidade. No primeiro dia de distribuição do pescado, que ocorreu na quarta-feira (31), foram atendidos os residenciais Vista Alegre e Nice Oliveira. Já nesta quinta-feira (01), que recebeu o alimento foram os moradores dos residenciais Colinas de Gramame, Vista do Verde I, Saturnino de Brito e Comunidade do Renascer do Distrito Mecânico.

“É preciso cuidar da cidade e também cuidar das pessoas, o que vai resultar numa melhor qualidade de vida”, afirmou Socorro Gadelha, acrescentando “Nós tivemos o cuidado de atender todas as famílias e tudo foi feito obedecendo as regras sanitárias: como o distanciamento social e a utilização de álcool para sanitização das embalagens”.

Quem também acompanhou o trabalho de distribuição do peixe foi o secretário executivo da Habitação, José Ildeberto de Lima. “Essas famílias são carentes e muitas delas não teriam condições de comprar o peixe para comer na Sexta-feira Santa, como é tradição, uma vez que enfrentam dificuldades por causa da pandemia, que afetou o emprego ou o meio de vida de muitas delas”, comentou.

Esse trabalho foi executado num esforço e parceria entre as secretarias de Habitação (Semhab), Desenvolvimento Social (Sedes), Direitos Humanos e Cidadania Desenvolvimento Urbano (Sedurb) e a Guarda Civil Metropolitana (GCM).

“Quero parabenizar todas as pessoas envolvidas na ação, que trabalharam durante dois dias percorrendo cinco residenciais e algumas comunidades assistidas pela Prefeitura para levar esperança para uma população tão carente. Um trabalho cansativo, mas gratificante”, destacou José Ildeberto.