Hub Tecnológico

Parceria entre Secitec e UFPB prevê criação de central de informações e projetos de eficiência para o Hospital Napoleão Laureano

11/05/2021 | 17:30 | 288

A criação de um Hub Tecnológico – central para compartilhamento de informações – dentro do Hospital Napoleão Laureano, além de projetos de eficiência administrativa e energética, foram temas de uma reunião entre a Secretaria de Ciência e Tecnologia de João Pessoa (Secitec) e a Universidade Federal da Paraíba (UFPB). O encontro ocorreu nesta terça-feira (11).

Essa parceria prevê a organização e publicização da grande quantidade de dados gerados no sistema e, consequentemente, uma melhora no atendimento para população, com a diminuição de despesas para a unidade hospitalar que depende de doações – o custeio via Sistema Único de Saúde (SUS) não é suficiente para a manutenção.

“A Secitec será a ponte entre o Laureano e a UFPB, que irá contribuir com a produção científica e tecnológica deste Hub Tecnológico, viabilizando qualidade no atendimento aos pacientes e otimização dos custos, para que a verba da instituição seja melhor utilizada com retorno para a população”, explicou Margareth Diniz, secretária de Ciência e Tecnologia da Capital.

O professor Euler Macedo foi o representante da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Laureano – Com 59 anos de existência, o Hospital Napoleão Laureano é uma instituição filantrópica especializada no tratamento oncológico, cujo atendimento é realizado pelo SUS. A unidade recebe pacientes com câncer de todo o estado, inclusive tem a única unidade de pediatria oncológica da Paraíba.

Atualmente, o hospital possui os equipamentos mais avançados no tratamento de câncer, entretanto os processos administrativos e operacionais requerem uma reforma tecnológica para garantir mais eficiência, além de diminuição das despesas com o consumo de energia.

“A criação de um Hub Tecnológico interno para otimização dos processos hospitalares se faz necessário neste momento. A parceria público- privado, com incentivo da Prefeitura e participação da Universidade, é o melhor caminho para a excelência dos serviços”, afirmou o vice-diretor do Hospital Napoleão Laureano, Rodrigo Marmo.