Dia das Mães

Procon-JP realiza Operação Presente Seguro no comércio da Capital

03/05/2022 | 16:30 | 289

Para evitar abusos pelo o aumento do consumo provocado pelas compras dos presentes para o Dia das Mães, a Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor iniciou, nesta terça-feira (3), a Operação Presente Seguro, fiscalizando lojas do comércio de João Pessoa. A inspeção, que se estende até a quinta-feira (5), efetuou seis diligências no Centro da cidade e, destas, uma loja foi autuada.

O principal objetivo da operação é verificar se os estabelecimentos comerciais estão cumprindo o que prevê a legislação que regula a relação consumerista, como a disponibilização, em local visível, de um exemplar do Código de Defesa do Consumidor (CDC), do número do telefone do Procon-JP (0800 083 2015) e dos preços dos produtos e serviços de forma clara e em local visível, além da fácil identificação da publicidade das promoções, entre outras leis.

Assim como em outras datas comemorativas, a proximidade do Dia das Mães provoca a alta nas vendas e, na mesma proporção, pode aumentar os conflitos na relação de consumo. “O objetivo da Operação Presente Seguro é dá mais tranquilidade ao consumidor em relação ao cumprimento da legislação. A inspeção também contempla outras leis, como a que proíbe aos fornecedores substituir o troco devido por produtos e a que proíbe limite para pagamento de parcela mínima no cartão de crédito”, informa o secretário Rougger Guerra.

Fiscal natural – O titular do Procon-JP pontua que o consumidor deve ficar atento e fazer a sua parte, denunciando as irregularidades que porventura encontre durante as compras, atuando como um fiscal natural. “É importante que todos fiquem atentos e procurem o Procon-JP para formular suas denúncias, seja pelo telefone 0800 083 2015, WhatsApp 98665-0179 ou ainda pelo instagram @procon_jp”, alerta.

Penalidades – As empresas autuadas estão sujeitas às penalidades previstas na legislação, a exemplo da aplicação de multas e, dependendo da gravidade da situação, ter as atividades suspensas temporariamente. O prazo legal para a defesa do estabelecimento é de 10 dias a partir da data do recebimento do auto de infração.

Atendimentos do Procon-JP

Sede: Avenida Pedro I, nº 473, Tambiá

Orientação e dúvidas: 0800 083 2015

Instagram: @procon_jp

Procon-JP na sua mão: 98665-0179

WhatsApp Transporte público: 98873-9976