Capacitação

SEIG realiza 3º Workshop de Integridade, governança e prevenção à corrupção

25/05/2022 | 16:00 | 277

A Secretaria Executiva de Integridade, Governança e Prevenção à Corrupção realizou, na manhã desta quarta-feira (25), o 3º Workshop de Governança, Integridade e Prevenção à Corrupção de João Pessoa. A apresentação ocorreu de forma remota.

Com o tema ‘Prevenir é a melhor opção’, o evento contou com a participação do prefeito Cícero Lucena, que fez questão de falar para os servidores municipais sobre o compromisso e responsabilidade da gestão na transparência para administrar o dinheiro público. Cícero destacou a importância da SEIG na criação de um programa de integridade, que tem por objetivo respeitar os recursos pagos pelos cidadãos e melhorar a qualidade do serviço promovido pela Prefeitura.

“O Farol é um programa de integridade e compliance que esta gestão está criando para que os servidores municipais sejam respeitados, pelo seu trabalho, pela sua dedicação, pelas suas práticas de eficiência, competência e combate à corrupção. Bem como, como um exemplo de aplicação de recursos públicos, cumprindo o papel de respeitar o dinheiro do cidadão, trazendo qualidade para o serviço público municipal. Esse é o nosso compromisso para tornar a vida da população mais justa, mais humana e mais solidária”, declarou o prefeito.

Kleber Marques, secretário executivo da SEIG, que ministrou a palestra, destacou que a integridade pública tem como base um alinhamento consistente de valores éticos para priorizar o interesse público. “O programa de integridade é um conjunto de medidas institucionais voltadas para prevenção, detecção, punição e remediação de fraudes e atos de corrupção, em apoio a boa governança”, pontuou.

O secretário da pasta ressaltou que a gestão municipal da Capital da Paraíba possui três linhas de defesa para combater as fraudes, as secretarias de Integridade, Governança e Prevenção à corrupção (SEIG), a de Transparência (Setramp) e CGM (Controladoria Geral do Município). “Nossa linha de defesa consiste em promover atividades de conformidade (compliance), o que significa monitorar os riscos de desconformidade com leis e regulamentos”, frisou.

Durante a palestra, Kleber Marques explicou que segundo os estudos, 5% do Produto Interno Bruto (PIB) é desperdiçado por ano através de atos de corrupção. “Baseados na Auditoria Operacional para Avaliação da Suceptibilidade das Organizações Públicas do Mato Grosso do Sul, em um acordo com Tribunal de Contas da União, nosso objetivo é construir mecanismos que combatam a fraude e a corrupção”, detalhou.

FAROL – Kleber Marques disse ainda que o workshop confirma o interesse e a preocupação do governo municipal em fazer uma gestão ética, proba, visando sempre, o cuidado com nossa cidade, alinhado aos objetivos do Programa Farol (Decreto n. 9.884/2021) que visa estimular práticas de capacitação, incentivar a cultura de integridade e da ética nos diversos agentes públicos.