Saúde

Serviço de Atendimento Domiciliar monitora pacientes à distância respeitando o isolamento

11/05/2020 | 08:37 | 606

Seguindo as orientações de combate à Covid-19, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), através do Serviço de Atendimento Domiciliar (SAD), que tem o objetivo de promover cuidado integral e humanizado no ambiente hospitalar e fazer a desospitalização de pacientes de maneira segura – precisou fazer algumas mudanças nos atendimentos. Agora, a equipe de atendimento faz o monitoramento de seus pacientes via telefone ou teleconferência, visitando-os apenas em casos urgentes, respeitando assim o distanciamento social.

“Nossos pacientes precisam de cuidados diários, mas para respeitar a quarentena estamos todos os dias fazendo esse monitoramento via telefone, tirando todas as dúvidas e dando todas orientações. Apenas em casos extremos fazemos as visitas, mas seguindo todos os protocolos de segurança para que todos fiquem bem”, explicou Gilanne Ferreira, coordenadora do SAD.

Ao todo são 300 pacientes sendo atendidos por sete equipes multidisciplinar, formada por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas, fonoaudiólogos e assistentes sociais.  O trabalho do SAD é atender pacientes que precisam abreviar ou evitar a hospitalização, mas dar continuidade aos cuidados em casa.  Em casos de pacientes acamados ou com dificuldade de locomoção, a assistência será prestada pela Equipe de Saúde da Família da Unidade de Saúde da Família (USF) de referência.

Para ter acesso, é preciso que o usuário procure a Unidade de Saúde da Família (USF) mais próxima de casa para que sejam realizados os primeiros atendimentos e, se necessário, o encaminhamento ao serviço domiciliar do programa. Em casos de desospitalização, o próprio hospital, através do seu setor de serviço social, faz a solicitação e encaminhamento do usuário ao SAD. Para tirar dúvidas, o público pode ligar para o telefone 3214-7149.