Humanização

Servidores da Guarda Civil Metropolitana participam de capacitação da Ronda Maria da Penha

29/11/2021 | 14:30 | 231

Servidores da Guarda Civil Metropolitana de João Pessoa e da cidade de Alhandra participaram de uma capacitação do programa Ronda Maria da Penha. Esta é a segunda turma este ano participando da capacitação multidisciplinar sobre o tema. O curso, que acontece no auditório dos Correios nesta segunda-feira (29) e terça-feira (30), é a continuação do projeto que visa preparar e capacitar todo o efetivo da guarda para a correta atuação no combate à violência doméstica, que tem por objetivo humanizar o comportamento dos agentes.

“Infelizmente, a violência doméstica é uma realidade das nossas famílias e nós, como agentes garantidores da lei, devemos atuar de forma humanizada e responsável no combate a tais condutas. Nossa missão é somar na proteção da vida e da integridade dessas mulheres, dando condições de acreditar que é possível seguir em frente livre de agressões e ameaças. Pois, lar é sinônimo de amor e paz” pontuou Erika Ramalho, subinspetora da Guarda Civil Metropolitana de João Pessoa e responsável pela Ronda Maria da Penha.

Sessenta servidores da Guarda Civil Metropolitana de João Pessoa e quatro guardas de Alhandra participaram da capacitação. “Acreditamos na força desta capacitação, que evidencia o comprometimento da Prefeitura de João Pessoa em cumprir as políticas públicas para atender mulheres vítimas de violência e a Guarda faz parte deste contexto, sendo um dos setores imprescindíveis no cuidado com as mulheres”, observou João Almeida, secretário de Segurança Urbana e Cidadania de João Pessoa.

O curso, promovido pelas Secretarias Executiva de Políticas Públicas para as Mulheres (SEPPM) e de Segurança Urbana e Cidadania (Semusb), capacita os profissionais que estão na linha de frente no atendimento às mulheres em situação de violência doméstica.

“Estamos com intensas atividades voltadas para os 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher. Além da capacitação da Guarda Civil Metropolitana, vamos capacitar também os vigilantes e atendentes do Instituto Cândida Vargas. São ações que visam o respeito e o bom atendimento as nossas mulheres”, afirmou Nena Martins, secretária de Políticas Públicas para as Mulheres.

“Esta é a quarta turma de servidores capacitados para este trabalho tão delicado que precisa ser realizado de forma humanizada. Duas turmas foram formadas nos anos anteriores e neste ano estamos formando mais duas. Os certificados de capacitação serão entregues aos servidores nesta terça-feira ao fim do módulo”, disse Reneé Drezett, coordenadora do programa Ronda Maria da Penha.