Filipeia – Atlas Municipal da Cidade de João Pessoa

Originalmente, um Atlas é uma “publicação constituída por uma coleção de mapas ou de cartas geográficas” ou ainda “um livro constituído por uma coleção de gravuras e gráficos relativos a uma dada ciência”. Filipeia te levará a uma jornada mais além!

Ao acessar Filipeia você vai encontrar:

  • Atlas Municipal – leitura dos bairros: processo de origem e evolução urbana de João Pessoa;
  • SigWeb – mapas dinâmicos: plataforma de gerenciamento de dados geográficos que permite analisar e manipular as informações em ambiente Web;
  • Mapa de Evolução Histórica: dinâmica urbana e ocupação territorial a partir de 1647 até os dias atuais;
  • Dados do Imóvel: mapa de localização (overlay) e link para acesso a ficha cadastral;
  • Mapas dos Bairros: mapas temáticos dos bairros da capital;
  • Aerofotogrametria e Mapa Urbano Básico (MUB): conjunto de fotografias aéreas dos anos de 1989, 1998 e 2012, além do desenho urbano atualizado em formato DWG;
  • Camadas de Informação: bases de dados em formato compatível para Sistemas de Informações Geográficas (Shapefiles);
  • Mapas Temáticos: Mapas sobre temas diversos, incluindo equipamentos públicos das Secretarias Municipais diversas, unidades de planejamento, entre outros.

Filipeia é o resultado do empenho de técnicos da Diretoria de Geoprocessamento e Cadastro Imobiliário (DIGEOC), comprometidos com o serviço público, que acreditam que a leitura e o entendimento sobre o espaço que vivenciamos é o primeiro passo para a apropriação dele. Esse é o nosso objetivo: aproprie-se!

Filipéia tornará mais prática e mais acessível a interação da Base Cartográfica Municipal, não só com as demais Secretarias e órgãos da Prefeitura Municipal de João Pessoa, como também entre os vários segmentos profissionais e produtivos que trabalham diretamente com o planejamento e o desenvolvimento urbano do município.

São informações de muita utilidade para gestores públicos e entidades, engenheiros, arquitetos e urbanistas, geógrafos, cartógrafos, advogados, professores e estudantes em geral, como também, o cidadão vai poder acessar documentos e serviços públicos pela internet, reduzindo burocracia, custos e tempo de cada um. Isto porque toda a estrutura da Diretoria de Geoprocessamento e Cadastro Imobiliário vai permitir que o contribuinte solucione, em um só lugar, o que antes precisava resolver em diversos setores da PMJP.

Por meio de uma interface, cada um vai poder realizar consultas e interagir com as informações de acordo com sua necessidades e área de interesse. Antes concentrada no poder público, estas informações organizadas e sistematizadas para facilitar a navegação vias web, agora, de fato, torna-se de domínio de todos os moradores da cidade.

Jordana Coimbra, Diretora de Geoprocessamento e Cadastro Imobiliário, esclarece que “Filipeia é o resultado do empenho de técnicos da DIGEOC, comprometidos com o serviço público, que acreditam que a leitura e o entendimento sobre o espaço que vivenciamos é o primeiro passo para a apropriação dele. Esse é o nosso objetivo: aproprie-se!”