Boas práticas

Vigilância em Saúde orienta população e estabelecimentos sobre protocolos sanitários durante festas juninas

22/06/2022 | 08:00 | 256

Durante o período de festas juninas, há uma circulação maior de pessoas nos espaços públicos e também nos estabelecimentos comerciais, principalmente bares e restaurantes. Por isso, a Vigilância em Saúde de João Pessoa orienta a população e os manipuladores de alimentos sobre os protocolos sanitários a serem seguidos para manter a higiene e a saúde neste período.

De acordo com a diretora de Vigilância em Saúde da Capital, Raquel Moraes, os estabelecimentos de comércio alimentício devem intensificar a atenção e o cuidado no cumprimento das boas práticas na manipulação de alimentos, conforme legislação vigente. “A utilização de toucas é obrigatória para atividades que envolvam preparação de alimentos. Manter cabelos presos e não utilizar bijuterias, joias, anéis, relógios e outros adereços para assegurar a correta higienização das mãos”, orientou.

Segundo as recomendações da Vigilância em Saúde, a higienização das mãos e antebraços dos manipuladores de alimentos deve ser realizada com água, sabonete líquido inodoro e agente antisséptico (preferencialmente álcool gel 70%), seguida da secagem com papel toalha.

“Os estabelecimentos devem disponibilizar talheres descartáveis ou devidamente embrulhados ao cliente como alternativa aos talheres convencionais. Já os pratos, copos e outros utensílios devem estar protegidos. Também é importante não disponibilizar alimentos e bebidas para degustação”, destacou a diretora de Vigilância em Saúde.

Quanto ao uso de uniforme, deve ser apenas nas dependências do estabelecimento, lavado diariamente e transportado protegido em saco plástico ou outra proteção adequada. Já as superfícies de toque, como os balcões e máquinas de cartão, devem ser higienizadas no início das atividades e após cada uso.

Recomendações ao público – Em relação ao público em geral, o órgão recomenda o porte do cartão de vacinação para a Covid-19 conforme o calendário de vacinação para sua faixa etária e orienta que pessoas com suspeita do vírus ou outros quadros gripais mantenham o isolamento social e procurem as unidades de saúde da família (USF) para realizar a testagem, sempre usando máscara cobrindo corretamente nariz e boca.

Nos estabelecimentos e serviços de saúde como hospitais, clínicas, consultórios, laboratórios e farmácias, os usuários e profissionais devem manter o uso da máscara, pois estes locais possuem maior risco de transmissão do vírus. Também é fundamental manter medidas sanitárias como a higienização das mãos e priorizar ambientes com ventilação adequada, especialmente em lugares fechados.